Ellen Page (Reprodução)

A atriz americana Ellen Page tem sido bastante aberta sobre sua orientação sexual há anos, e trabalhado a favor dos direitos LGBTQ+ dentro e fora da indústria do cinema e da tv. Em recente entrevista, ela explicou por que não teria problemas em interpretar personagens não heterossexuais durante o resto da carreira.

Em conversa com o The Wrap, Page foi questionada se estaria preocupada em ser rotulada e oferecida apenas personagens lésbicas. “As pessoas me perguntam isso o tempo todo, porque ultimamente é o que eu mais tenho feito, e é algo absurdo. Ninguém nunca perguntaria isso a uma atriz hétero. Porque eu não gostaria de fazer esses papéis? Francamente, eu ficaria muito feliz se esse fosse o único tipo de papel que eu interpretasse de agora em diante”, declarou.

Ellen, que recentemente estrelou a série “The Umbrella Academy” para a Netflix, disse ainda que demorou a se assumir por medo e pressão de que isso atrapalharia a sua carreira. “Eu saí do armário quando tinha 27 anos. Tipo… Como assim? Eu não era livre pra ser que eu era, pra ser autêntica, porque eu era uma atriz em Hollywood. Isso é absurdo”.

Aliadas

Page não é a única a falar abertamente sobre questões de gênero e sexualidade em Hollywood. A atriz Kristen Stewart recentemente abriu o jogo sobre como foi instruída pela indústria a não assumir publicamente sua orientação sob risco de perder importantes projetos, incluindo filmes do MCU.

Disseram na minha cara, ‘Se você fizer um favor a si mesma e não andar de mãos dadas com a sua namorada em público, pode ser que você consiga um filme da Marvel. Eu não quero trabalhar com pessoas assim”, desabafou ela. A carreira de Stewart vai muito bem, obrigada, e ela poderá ser vista nos cinemas em breve com o reboot de “As Panteras”.

 

Comentários

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui