Em cima da hora, Marvel pode atrasar lançamento de Viúva Negra

Scarlett Johansson em cena de Viúva Negra (Imagem: Reprodução)

A Marvel Studios vive uma situação delicada como nunca antes. Além de ter um desafio grande para recuperar o posto de grandes bilheterias após o fim da franquia Vingadores, a empresa lida com a amarração de suas datas de lançamento. Todas as datas de filmes foram bem planejadas, inclusive para possibilitar a integração com as novas séries do Disney Plus. O problema é que devido ao coronavírus, todo o planejamento pode estar em risco.

O próximo lançamento do estúdio, Viúva Negra, está agendado para abril, mas pode sofrer alterações se o vírus mortal continuar se espalhando, e impossibilitando o público de comparecer aos cinemas em todo o mundo. Esta é uma forma de a empresa proteger seus investimentos, e segundo o site Deadline, profissionais ligados à área de distribuição ouviram que o longa que conta a história pregressa de Natasha Romanoff deve ter a data de estreia alterada para 6 de novembro, fazendo com que Os Eternos, programado para essa data só vá para os cinemas em 2021.

Até o momento, a Marvel não parecer querer recuar em relação ao lançamento de Viúva Negra, e divulgou recentemente um novo trailer do filme. É possível que medidas sejam adotadas especificamente para o lançamento internacional. O vírus mortal está prejudicando a indústria do cinema. Mulan que teve sua pré-estreia nesta semana, teve seu lançamento adiado em alguns mercados como China, Itália, e França, assim como o novo filme de James Bom, 007: Sem Tempo Para Morrer, último longa de Daniel Craig na pele do agente secreto mais famoso do mundo, que teve sua estreia adiada para novembro. Outros eventos de cultura pop em todo mundo também foram cancelados, como o lançamento de Superman: Entre a Foice e a Espada, cancelado de última hora pela Warner Bros, assim como a participação da DC Comics na Emerald Comic Con.