Em meio a boicote, governo chinês se pronuncia sobre Mulan

Mulan
Mulan (Divulgação)

Em meio a tantas polêmicas, Mulan, produção da Disney, que foi alvo de boicote. ganhou o apoio do governo chinês.  O estúdio tem sofrido críticas de inúmeras associações de defesa dos direitos humanos, o estúdio filmou várias cenas em uma região na qual uma minoria mulçumana tem recebido   um tratamento considerado desumano.

“Há algo mais normal para o filme agradecer ao governo de Xinjiang pela ajuda que trouxe?”, relatou Zhao Lijian, porta-voz do Ministério de Relações Exteriores da China. A declaração vem ao encontro do posicionamento da própria Disney, por meio de uma de suas executivas.

 

A mega produção da Walt Disney teve um orçamento de 200 milhões de dólares, e foi inspirada em uma lenda popular chinesa, que conta a história de uma mulher que chegou a se disfarçar de homem para conseguir lutar no lugar de seu pai que já estava velho.

Mulan foi lançado na China no último dia 4, a produção da Disney vem acumulando inúmeras polêmicas, e em sua grande maioria, no Ocidente. Principalmente pelo fato da Disney agradecer ao governo, à segurança pública, e ao Partido Comunista Chinês de Xinjiang ( noroeste ), no final do filme.

Coleção de polêmicas de Mulan

Não é a primeira polêmica que ocorre envolvendo o filme, ano passado Liu Yifei, atriz americana de origem chinesa, chegou a expressar seu apoio à policia de Hong Kong, a declaração foi feita no momento que a região vivia um momento tenso com inúmeros protestos que sacudiram a ex-colônia britânica. 

“Para mim, é a Mulan de hoje”, afirmou Zhao Lijian, com relação à hostilidade que ele sofreu depois dos seus comentários. Ele ainda ressaltou: “Ela é uma verdadeira chinesa!”.

Amante das diversas formas de expressão cultural. Viciado em séries, e sempre por dentro das últimas novidades do cinema. Ama dramas e sempre tenta dar uma oportunidade para as fantasias, distopias e os longas de ação e terror.