Em The Walking Dead, um casal pode surgir entre [descubra]

The Walking Dead
Logo da série The Walking Dead (Reprodução/YouTube – Rotten Tomatoes TV)

ATENÇÃO! Este texto contém spoilers!

A nova temporada de The Walking Dead começou com tudo. O primeiro episódio da décima fase estreou no último domingo (6), na tela da AMC, nos Estados Unidos, e na tela da FOX, aqui no Brasil. O lançamento já indicou caminhos pelos quais a trama pode seguir e deu ainda indícios de um possível romance. As especulações sobre um provável casal surgiram a partir de uma sequência do primeiro capítulo.

As informações são de acordo com relato do Observatório do Cinema. No episódio lançado no domingo, o personagem Daryl (interpretado por Norman Reedus) surge carregando um folder de língua de sinais em seu bolso.

Ao que tudo indica, ele está tentando se aproximar de Connie (vivida por Lauren Ridloff). Isso porque ficou claro para o público que acompanhou o episódio que o personagem está trabalhando em suas habilidades com linguagem de sinais para que possa se comunicar com Connie.

Entretanto, essa aproximação seria apenas uma gentileza e uma atitude educada, de bom convívio, ou algo mais profundo poderia surgir disso, como a formação de um casal? Se o ato facilitará uma proximidade romântica entre os dois, ainda não sabemos.

Nenhuma informação oficial foi revelada a respeito, então tudo segue no campo da especulação. Antes da estreia da nova fase da trama, a showrunner Angela Kang não quis adiantar nada a respeito da formação de casais.

Também chamou atenção no primeiro episódio a cena de abertura do capítulo. Em entrevista a portais de notícias de entretenimento durante o tapete vermelho da pré-estreia da nova fase da série, na semana passada, o ator Ross Marquand, intérprete do personagem Aaron na série, contou, conforme noticia o Express, do Reino Unido, que o primeiro episódio foi “extremamente difícil” de filmar.

Isso também se repetiu por toda a nova temporada, que explora, segundo ele, mais cenários, deixando a trama “mais ampla do que nunca”.

Possui Mestrado em Comunicação e Graduação em Jornalismo. Pesquisa cultura pop e também trabalha com o tema.