Emma Watson se pronuncia sobre comentários polêmicos de J. K. Rowling

Emma Watson (Divulgação)
Emma Watson (Divulgação)

Nesta semana, J. K. Howling, conhecida por escrever os livros da saga Harry Potter, entrou em mais uma polêmica e foi “cancelada” pelos fãs mais um vez. A escritora mundialmente famosa fez alguns comentários em seu Twitter sobre um artigo que usava o termo “pessoas que menstruam”, tais comentários foram vistos como transfóbicos por determinar as pessoas apenas pelo sexo biológico.

Além dos fãs, diversas celebridades que trabalharam nos filmes da saga Harry Potter como Daniel Radcliffe, Eddie Redmayne, Evanna Lynch e até a própria Warner Bros. se pronunciaram sobre o caso. Emma Watson, e que é embaixadora da Boa Vontade da ONU, além de mostrar uma posição clara sobre o tema, ainda pontuou que faz doações para a causa LGBT+ e incentivou outras pessoas a fazerem isso.

Watson escreveu no Twitter: “Pessoas trans são quem elas dizem que são e merecem viver suas vidas sem serem constantemente questionadas ou ouvirem que não são quem elas são. Quero que meus seguidores trans saibam que eu e tantas outras pessoas no mundo vemos vocês, respeitamos vocês e amamos vocês por quem vocês são. Feliz Mês do Orgulho!”.

Emma Watson ficou conhecida por interpretar Hermione Granger nos filmes Harry Potter, uma das mais brilhantes estudantes da escola Hogwarts, mesmo não tendo nascido de pais bruxos. Entre outros trabalhos da atriz nos cinema estão O Corajoso Ratinho Despereaux, As Vantagens de Ser Invisível, Noé, A Bela e a Fera e Adoráveis Mulheres.

Na última semana, Watson também se envolveu em polêmicas também por conta do movimento Blackout Tuesday, apoiando o movimento Black Lives Matter. Assim como várias pessoas fizeram no Instagram, a atriz publicou um quadrado de cor preta em seu feed, contudo, o quadrado publicado por ele tinha bordas brancas, seguindo a estética de sua rede social. Muitos reclamaram e acusaram a atriz ativismo performativo, se preocupando mais com a aparência do que com substância.