A Fox anunciou no mês passado a renovação de Empire para uma sexta temporada, até abrindo a possibilidade de retorno de Jussie Smollett ao elenco do drama (depois que o rapaz teve alguns problemas pessoais). Porém, o que ninguém sabia (e só foi revelado agora, no evento de upfront do canal) é que essa sexta temporada do drama musical será a última. Além disso, a série muda de dia de exibição nos Estados Unidos.

A ideia da Fox é fazer da sexta temporada de Empire um grande evento televisivo. Algo justo para uma das séries com maior audiência e prestígio da TV norte-americana na atualidade, e um dos dramas mais bem sucedidos da história da Fox em mais de 30 anos.

Sobre a situação de Jamal na trama, a Fox previamente revelou que não haviam planos em trazer Jussie Smollett para a próxima temporada, mas o showrunner da série, Brett Mahoney, sugeriu recentemente ao TVLine que as portas permanecem abertas para esse retorno (desde que a Fox opte por trazer o rapaz de volta). Em termos práticos, não há uma decisão sobre o retorno (ou não) do ator na série, e que o tempo em que ele ficou inativo ou fora do ar no mínimo deu tempo para ele pensar na vida, sobre o que está fazendo e o que quer fazer com sua carreira.

 

 

Empire já está na história da Fox

 

Reforço que Empire é uma série muito importante para a história da Fox. É um drama musical que deu certo para o canal depois das eras American Idol e Glee, reforçando a ideia que música vende bem no canal da raposa. Star (que foi cancelada) e The Masked Singer (que será o programa pós Super Bowl em 2020) reforçam o que eu estou falando.

E mesmo perdendo metade da sua audiência em comparação com a temporada anterior, a quinta temporada de Empire é a segunda maior audiência da Fox entre as séries roteirizadas do canal (ficando atrás apenas de 9-1-1).

Comentários

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui