Entenda as projeções de bilheteria para Aves de Rapina no pós-estreia

Aves de Rapina: Arlequina e Sua Emancipação Fantabulosa
Logo do filme Aves de Rapina: Arlequina e Sua Emancipação Fantabulosa, parceria entre Warner e DC (Imagem: Reprodução / YouTube – Warner Bros. Pictures Brasil)

Desde que começou sua passagem pelos cinemas ao redor do mundo, o filme Aves de Rapina (ou Aves de Rapina: Arlequina e Sua Emancipação Fantabulosa) está chamando muita atenção. E o que não se para de discutir são os dados de bilheteria do longa. Em sua pré-estreia, o filme, que chegou entre os dias 5 e 6 de fevereiro, alcançou por volta de US$ 4 milhões de bilheteria, conforme a Variety. E os valores em seguida não foram muito empolgantes.

De acordo com as informações divulgadas logo após a estreia do filme, os resultados até agora obtidos podem não trazer aquilo que a Warner Bros. Pictures e a DC esperavam. Antes, as projeções davam conta de que o longa teria por volta de US$ 50 ou 60 milhões no seu primeiro fim de semana, e apenas nas bilheterias domésticas. Entretanto, os valores foram revistos em seguida.

Com o começo de US$ 4 milhões e o desempenho não muito empolgante logo em seguida, na sexta-feira (7) e nos outros mercados, como já noticiamos aqui no SpinOFF, o filme Aves de Rapina, dirigido por Cathy Yan, pode ter sua projeção de box office ajustada para US$ 35 milhões. O fim de semana está terminando e os valores oficiais logo serão divulgados. Como os dados de projeção acabaram oscilando e não foram confirmados, nem para melhor, nem para pior, será preciso esperar um balanço.

E esse balanço, acerca da bilheteria oficial, apenas vai sair nas primeiras horas da segunda-feira. Portanto, será preciso ficar de olho para ver como vai o desenvolvimento do filme em seus primeiros dias de trajetória nas telonas. Se a projeção anterior, de US$ 50 ou 60 milhões, for confirmada, o filme estará repetindo os passos iniciais de grandes sucessos da Warner Bros. Pictures e da DC, como Shazam! (que arrecadou US$ 53 milhões) e Aquaman (que teve uma receita de US$ 67 milhões).

Possui Mestrado em Comunicação e Graduação em Jornalismo. Pesquisa cultura pop e também trabalha com o tema.