6 novelas que a Globo quer esquecer e não terão reprise

A Globo certamente tem novelas que prefere esquecer e que dificilmente ganharão reprise algum dia. Mortes, briga judicial e rejeição do público fazem tramas como De Corpo e Alma e O Sétimo Guardião serem esquecidas e ficarem no arquivo.

Sol de Verão

Novela das oito do início da década de 80, Sol de Verão teve bastidores tumultuados após a morte do protagonista, Jardel Filho. O ator faleceu vítima de um infarto quatro meses após a estreia da trama.

Muito amigo do artista, o autor Manoel Carlos pediu que a história tivesse somente mais 15 capítulos e fosse encerrada. A Globo não aceitou porque a substituta não estava pronta e o escritor mandou que colocassem outro novelista para encerrar a trama.

A Globo então colocou Lauro Cezar Muniz para prosseguir com o folhetim, mas acabou encurtando Sol de Verão e terminou a novela em duas semanas. Para ocupar o horário até a substituta ficar pronta, a emissora reprisou a novela O Casarão em edição compacta.

De Corpo e Alma

Escrita por Gloria Perez, De Corpo e Alma é uma novela praticamente apagada. Além de não ter chance de reprise, dificilmente aparecerá em alguma plataforma, como o Globoplay, por exemplo.

A trama ficou marcada pelo assassinato de Daniella Perez, filha da novelista. Ela foi morta por Guilherme de Pádua e a mulher dele, Paula Thomaz. Na semana em que o crime estava sendo investigado, Gilberto Braga e Leonor Bassères passaram a escrever os capítulos. Depois, Gloria retornou e finalizou a história.

Bang Bang

Com uma proposta diferente para o horário das sete, Bang Bang trouxe uma história ambientada no velho oeste e foi um verdadeiro fiasco. O folhetim passou por problemas desde o início, com baixa audiência.

Após 34 capítulos, o autor Mario Prata se afastou do trabalho por conta de problemas de saúde. Com isso, Carlos Lombardi assumiu a novela e alterou a história. Por fim, a produção foi encurtada em trinta capítulos e terminou antes do previsto.

Tempos Modernos

Exibida em 2010, Tempos Modernos é mais uma na lista de apostas que fracassaram na faixa das 19h. A história assinada por Bosco Brasil derrubou o ibope e virou uma dor de cabeça para a Globo.

A trama que abordava a relação do homem com a tecnologia não empolgou. Como se não bastasse, Grazi Massafera foi bastante criticada por sua vilã, Deodora.

A Lei do Amor

Novela que marcou a estreia de Maria Adelaide Amaral e Vincent Villari na faixa das nove, A Lei do Amor é uma trama que até a própria autora prefere esquecer. Com baixa audiência, passou por várias mudanças e teve até a intervenção de Silvio de Abreu, então diretor de dramaturgia do canal.

Passando por problemas no ibope, a trama foi toda modificada e sofreu uma mutilação com as alterações. Para piorar, o ator José Mayer foi acusado de assédio por uma das figurinistas da trama.

O Sétimo Guardião

Última novela de Aguinaldo Silva na Globo, O Sétimo Guardião teve problemas nos bastidores desde antes da estreia. A trama virou alvo de uma disputa judicial em que alunos de uma masterclass do autor pediam que fosse reconhecidos como autores da obra.

Os problemas se multiplicaram com a novela no ar. Além da baixa audiência, Marina Ruy Barbosa e José Loreto tiveram seus nomes envolvidos em uma polêmica. Para piorar, Bruno Gagliasso precisou passar por uma cirurgia às pressas e teve que se ausentar da história por um tempo na reta final.

O que você achou? Siga @siteentrete no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

MAIS LIDAS

Vitor Peccoli
Publicitário, roteirista formado pela Casa Aguinaldo Silva de Artes. Escreve sobre TV e famosos desde 2013 | Contato: redacao@spinoff.com.br
Veja mais ›