A Fazenda 13: Dynho diz que criou cabelo de funkeiro famoso

publicidade

Dynho não disfarça que adora mudar o visual e aparecer com diferentes estilos. Em conversa Aline Mineiro nessa sexta-feira (26), ele revelou que foi o grande responsável pelo hair diferentão de MC Brinquedo. 

“Ele era da mesma empresa que a gente. Lá no passado. Ele era muito próximo de mim e do outro dançarino, e eu tinha o cabelo rosa e o outro tinha o cabelo azul. Então ele gostava muito de ficar com a gente, aprender os passinhos… Criança é assim, né? Gosta muito”, falou.

publicidade

SELECIONAMOS PARA VOCÊ

Na sequência, o ex-esposo de MC Mirella falou que o cantor não queria que ele mudasse a coloração do cabelo. “E ele [MC Brinquedo] já tava com o cabelo descolorido. Aí eu falei: ‘Mano, deixa eu pintar seu cabelo metade rosa e metade azul?’. E ele: ‘Não, mano! Vou ficar feio!’. E eu falei: ‘Não, mano! Deixa eu pintar!’. Aí eu fui lá, separei, pintei direitinho. E eu que administrava o Facebook dele. Aí eu falei: ‘Mano, deixa eu tirar uma foto’. Tirei uma foto dele ‘daora’, de frente. Ele tava com uma camisa amarela”, apontou.

Ao concluir, o peão relembrou o sucesso que foi o novo visual do influencer. “Primeiro ele viu o resultado e falou: ‘Ficou até legalzinho, vou deixar assim’. Aí eu tirei a foto e coloquei no perfil dele. O perfil ficou bem coloridão, blusa amarela, com [o cabelo] metade rosa e metade azul. No outro dia a foto ex-plo-diu! Nossa, virou meme… Estourou. Não sei quantos milhões de compartilhamentos, não sei quantos milhões de curtidas… Maior galera começou a fazer [a mesma coloração no cabelo”, argumentou.

Detonou

Vale destacar que Dynho e Dayane se incomodaram com louvores cantados por Rico dentro da sede. De acordo com ambos, a atitude do peão só mostra a hipocrisa intensa que ele carrega.

“Eu não preciso fazer cena. Eu sou eu, no bem e no mal. É tudo muito forçado aqui, da parte dele. O menino não para de falar, não para de cantar, não respeita o espaço das pessoas… A coisa que mais me machuca é esse negócio de ficar louvando o nome de Deus e pregando o ódio… É a pior coisa que existe”, falou ela.

“Eu sou muito religiosa também, sabe? Eu já tive meus altos e baixos também com Deus, de dizer: ‘Poxa, será que existe um Deus lá em cima?’, porque tudo tá dando errado na minha vida e de novo volto a acreditar, entendeu? E aí [o Rico] ficar louvando o nome de Jesus… É o primeiro ‘não ensinamento’, a coisa mais sagrada pra mim é sempre isso, não ficar pregando o que tu não consegue botar em prática”, desabafou a modelo.

O que você achou? Siga @siteentrete no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Rafael Carvalho
Formado em Jornalismo pela Faculdade das Américas (FAM), já apresentou programa de entretenimento relacionado ao mundo dos famosos e entrevistou artistas do meio.
Veja mais ›