A Fazenda 13: Erika chora com medo da roça

publicidade

Nas duas últimas semanas, Erika Schneider começou a ser vista como alvo dos companheiros em A Fazenda 13. A famosa protagonizou discussões com vários participantes que a acusaram de “mudar” depois de ter sido eleita a segunda fazendeira. Durante uma conversa com Valentina Francavilla pouco antes da formação de mais uma roça do reality show, a bailarina disse estar com medo da berlinda e de qual será a opinião das pessoas a seu respeito.

A gente acha que as pessoas da casa não gostam da gente e que as pessoas lá fora não gostam“, comentou Erika. Por sua vez, Valentina relembrou alguns participantes de outros realities que foram em diversas berlindas e continuaram no jogo. Um desses exemplos é o de Dayane Mello, que permaneceu no Big Brother Itália até o final.

publicidade

SELECIONAMOS PARA VOCÊ

“O que você acha que você fez de tão grave, que você tá se culpando tanto, ou você tá se culpando pelo que os outros estão falando?”, perguntou Valentina. “Tô me culpando pelo que os outros estão falando. O que eu senti não foi mentira. Minha vontade é: ‘Tá bom, eu sei o que eu senti’. Mas aqui você tem que ficar olhando pra cara das pessoas”, comentou a ex-bailarina do Faustão.

Valentina tenta acalmar Erika

Na sequência, Valentina comentou que percebe Erika tentando se justificar para as pessoas e disse que nem todos os participantes a merecem. “Eu vejo você tentando se justificar com atitudes pra todo mundo. Tipo, ‘não eu sou isso que vocês falaram’. Com carinho em tudo. Tem pessoas que não merecem nosso carinho, Erika. Educação, claro. Mas não precisa. Uma vez que a pessoa detonou você, ela não muda de ideia”, disse ela, que continuou na sequência.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

“Não é só você que sente. Eu tenho também isso e é horrível. O pior sentimento que eu descobri aqui é exclusão. Se sentir excluído dói demais. A gente tem as pessoas que não acolhem e tem pessoas que não. A gente começa a dar uma importância muito maior pra quem não nos acolhe do que pra quem nos acolhe. F*da-se quem não nos acolhe. Tem que mudar isso“, disse a assistente de palco.

Erika, então, respondeu com gratidão sobre quem se mostra seu amigo no jogo. “Eu sou muito grata por ter pessoas que gostam de mim aqui. Se eu tivesse sozinha, acho que já teria batido esse sino”. O papo continuou por mais alguns minutos.

O que você achou? Siga @entreteoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›