A Fazenda 13: Marina Ferrari expõe nova estratégia na roça

Com a votação da roça chegando, Marina Ferrari demonstrou preocupação em conversa com Valentina Francavilla nessa segunda-feira (25). Na ocasião, ela disse que vai jogar da forma que achar ideal, e não salvará peões que já teve conflitos no decorrer do jogo.

“A gente, por medo de ir pra roça, fica aceitando algumas coisas. Mas depois, acho que não é necessário. Chega uma hora que todo mundo vai ter que ir pra roça e passar por isso. A gente já mostrou nosso jogo, então é melhor a gente ser coerente”, destacou.

Na sequência, ela refletiu e falou que não pretende mais salvar Erasmo, Tati e Solange. “Se eu não me dou bem com o Erasmo, a gente não se bate, e eu chego e fico combinando ‘resta um’ com ele, não é legal. Mesmo que eu não vote nele e ele não vote em mim. Mas por que eu vou deixar ele no meu grupo de salvamento se eu quero que ele vá pra roça? Não faz sentido. Não quero mais me envolver nisso de [salvar] Erasmo, Sol, Tati. São pessoas que eu não tenho proximidade. Então não tem por que eles ficarem no meu ciclo de salvamento”, desabafou a influencer.

Foi detonada

Após não salvar Lary Bottino na última roça, e ter que se despedir da amiga no programa, Marina Ferrari foi detonada pela ex-peoa, que em conversa com Mileide Mihaile a criticou de forma intensa.

“Eu fiquei julgando a Valentina que não fazia nada e a pior hipocrisia é não olhar para o nosso lado. Eu sempre defendi a Marina e ela pra mim ela não faz nada. Ela vive individualmente aqui. Faz o ovo dela, a academia dela, o ovo dela e não faz nada. Não abre a boca para nada. Ou seja, pra mim realmente tá aqui passeando”, iniciou ela.

Em seguida, a ex-amiga de Anitta voltou a bater na tecla de não entender a concorrente. “Eu não combinei nada de voto, mas o resta um acho interessante trocar uma ideia. Eu conversei com ela antes e até isso ela não sabe pensar no jogo. Se ela tivesse me salvo eu ia salvar a Sthe e ia dá no mesmo”, falou.

Antes de sair, ela ainda revelou o seu grande medo. “Se tivesse você e o Dynho eu não ia conseguir não salvar você. Nossa, tinham dois homens ali e eu não ia colocar você para fazer a prova com eles dois. Meu medo é não ter conseguido desenvolver nada nas pessoas. A Val tá aqui desde o início e eu só tenho duas semanas aqui. O meu úncio receio é esse e eu não sei o que vai acontecer”, pontuou.

Rafael Carvalho
Formado em Jornalismo pela Faculdade das Américas (FAM), já apresentou programa de entretenimento relacionado ao mundo dos famosos e entrevistou artistas do meio.
Veja mais ›