A Fazenda 13: Rico diz ter vivido os “piores dias de sua vida”

Apesar das festas e da chance de vencer um prêmio milionário, o confinamento em realities como A Fazenda 13 também podem ser complicados para quem aceita participar. Rico Melquiades, por exemplo, garante ter vivido os piores dias de sua vida recentemente no programa da Record TV. Ele explicou para Dayane Mello que estar na segunda roça foi muito difícil.

“A gente se vê tão sozinho aqui, por mais que a gente tenha uns aos outros. Os piores dias da minha vida foram na segunda roça. Tava todo mundo meio que virando as costas pra mim. Eu ainda lembro, na casinha da árvore, quando todo mundo virou as costas pra mim, depois que eu tomei punição, eu comecei a chorar e falei: ‘Eu não vou aguentar’. Como que eu ia ficar aqui sem ninguém olhar pra mim ou ficar comigo?”, questionou ele. “Aí foi quando você pegou na minha mão e falou: ‘Que se f*da'”, finalizou.

Comparação com Karol Conká

Um dos desafetos de Rico Melquiades em A Fazenda 13 é Bil Araujo. Na semana passada, ele conversava com Victor Percoraro a respeito do peão e lembrou as brigas que teve com o ex-BBB.

Quando eu indico uma pessoa ou voto nessa pessoa realmente eu quero que essa pessoa saia. Tipo a Erika quando o pessoal ficou em cima dela por causa do Mussunzinho, eu falava para ela ‘Erika chegue para esse pessoal e fale: ‘Eu tô feliz porque ele saiu. Sabe porquê? Por que se ele voltasse ele ia me perseguir até me colocar na roça e eu tô muito feliz porque ele saiu’. Era para você ter essa posição, Erika. Você acha que eu to feliz porquê o Bil voltou? Não tô, porque eu botei ele na roça, ele voltou e vai me caçar até eu sair. E eu falei ‘chegue para esse pessoal e diga: Tô feliz que ele saiu e se eu pudesse votar em outra pessoa e a pessoa saísse eu votava de novo porque aqui é primeiro eu, segundo eu e terceiro eu. Isso aqui é um jogo”, afirmou.

Em outro ponto, Rico se comparou com Karol Conká. “Ele tenta coagir com o olhar do tipo ‘eu sei do jogo, você vai sair’. Ele já me fez várias vezes me sentir culpado. Ele chega para mim e fala ‘esse seu jogo lá fora, eu acho não sei o que’. Tipo, ele faz eu recuar. Uma vez eu fiquei muito mal e pensei: ‘Virei uma Karol Conká’. Fui na dispensa, comecei a chorar, pedir médico e pensei até em sair do programa por causa dele”, encerrou.

Thiago Freitas
Marketing - Centro Universitário de Belo Horizonte. Atua como redator para o nicho de TV e famosos.
Veja mais ›