Adriane Galisteu combina look com filho durante Parada LGBT e causa

publicidade

A apresentadora Adriane Galisteu mostrou que tem se preocupado em ensinar a importância da diversidade para seu filho, Vittório, que está com 11 anos. Prova disso é que neste domingo (19), ela esteve com o garoto na 26ª Parada do Orgulho LGBT+ de São Paulo.

Através das redes sociais, a comandante do programa Power Couple Brasil compartilhou uma série de imagens ao lado do garoto. Em algumas fotos, Galisteu surgiu combinando look do Vittório, fruto do seu relacionamento com Alexandre Iodice.

publicidade

SELECIONAMOS PARA VOCÊ

Vamos manifestar o amor“, escreveu a famosa na legenda de um vídeo onde aparece andando pela Avenida Paulista com o filho. Ambos estavam felizes e usando um moletom na cor do arco-íris.

Na manhã desta segunda-feira (20), a artista usou seu perfil do Twitter para falar que ficou bastante feliz com as mensagens que recebeu dos fãs. Ela disse que é importante mostrar para o filho o valor do respeito a liberdade.

“Bom dia, meus amores! Obrigada pelas mensagens de carinho ontem, eu sempre vou mostrar para o meu filho o caminho do respeito, da liberdade e do amor, afinal, o amor é a única revolução verdadeira. Ótima semana para vocês, meu beijo!”, disse a loira.

Pocah detona organização de evento

Em falar na Parada LGBTQ+ de São Paulo, o evento acabou gerando um longo desabafo para a funkeira Pocah. A artista ficou revoltada após precisar encerrar seu show por conta de problemas envolvendo a organização.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

publicidade

Em seu perfil do Instagram, a cantora expôs sua revolta e explicou o que aconteceu nos bastidores. “É muito difícil ser artista nesse país. Ainda não consegui sair do trio. Já tem 50 minutos que estou tentando ir para a van e nada”, contou.

“Resolvi escrever porque estou nervosa. Vamos lá! Eu saí do Rio de madrugada. Vim para São Paulo para cantar na parada. Estava pronta meio-dia, cheguei no trio e estava tudo atrasado. Até aí, ok. Eu estava animada para cantar, então nem estava preocupada. Meu horário era às 15h55, entrei 17h20. Cantei três músicas e a polícia pediu para encerrar a parada antes do horário previsto. Eu apenas exijo respeito com meu trabalho, minha equipe e meus fãs“, desabafou ela.

“Eu sei o meu valor e não vou me calar. São 12 anos de história batalhando arduamente para me tirarem de otária. Tem que respeitar! E tem que ver isso aí de encerrarem a parada antes do horário, hein! Um evento que era para celebrarmos o orgulho, nossa existência… terminar dessa forma! Estou indignada mesmo!”, disparou ela.

O que você achou? Siga @entreteoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›