Adriane Galisteu faz revelação sobre método para se bronzear

A atriz e apresentadora Adriane Galisteu (Imagem: Reprodução/Instagram)

Adriane Galisteu surpreendeu durante uma entrevista para o canal GNT, e falou que usava refrigerante de cola para manter o bronzeado.

Numa conversa descontraída com o apresentador João Vicente de Castro, ela disse que a prática não trouxe resultados agradáveis, já que ela acabou ganhando uma queimadura por exposição solar.

“Eu sempre fui daquelas que tomava sol. Eu já tomei escaldão no sol, passava refrigerante de cola na pele, sabe? Sim, eu sou da época trash, passava água oxigenada no corpo, lá na praia de Santos, tomava aquele sol que queimava mesmo, fazia todas aquelas coisas todas… até entender que eu preciso usar filtro solar”, revelou.

“Mas eu sou apaixonada pelo verão porque ele traz mais que só o calor. Eu gosto mais das roupas do verão, me agrada a comida do verão, me agrada os lugares onde tem o sol, então se eu pudesse eu iria para onde o sol me levasse”, completou.

Ela foi questionada pelo apresentador, como foi passar o verão confinada, e ela explicou que não foi nada fácil, embora acredite que tenha sido melhor do que ela imaginou que pudesse ser.

“Foi uma experiência inacreditável para todo mundo, mas com o meu temperamento, eu achei que fosse surtar e não aguentar. Agora está tudo bem, mas no início foi tenso”, respondeu ela, que brincou que envelheceu 10 anos em 2020, e acredita que mesmo com a pandemia, acredita que o ano passado tenha passado bem rápido.

Ela ainda falou que não acreditou que conseguiria passar ilesa por isso:

“Foi uma experiência inacreditável pra todo mundo, mas, pra mim, com o meu temperamento, achei que fosse surtar e não aguentar. Nos dois primeiros meses, eu fiz o que a maioria da população fez: faxina. Vi tudo que tinha na casa que não prestava e cuidei da organização da casa. Cuidei do homeschooling do Vitório porque o início foi tenso”.

“De repente, comecei a inventar coisas. Subi um dia a mais no meu canal no YouTube, comecei a fazer lives de segunda a segunda, mas acabei trabalhando muito após os três primeiros meses. No começo, eu digo que falei ‘não vai dá para aguentar’. Mas enchi tanto a minha agenda que hoje falo pra todo mundo: ‘esse tempo de cuidar da família, da casa e organizar a casa foi bom’”, disse Adriane que ainda garantiu que não foi e não pretende ir a nenhuma festa clandestina, mas espera que as pessoas consigam conviver com a máscara por mais um ano.

DEIXE SUA OPINIÃO

Veja mais ›