Andressa Urach volta com nome de guerra e posta foto inusitada

As mudanças continuam intensas na vida de Andressa Urach. Depois de anunciar gravidez, ser internada para tratar da saúde mental, e se separar de Thiago Lopes, a loira anunciou nas redes sociais que está de volta ao mundo da prostituição. Na ocasião, ela ainda reafirmou o retorno com o seu antigo nome de guerra, Imola.

 “Aviso: a Imola voltou”, disse na legenda. Na ocasião, ainda mencionou o nome da boate que deve se apresentar em breve. Com mais de 50 mil curtidas, ela bloqueou todos os comentários no post.

SELECIONAMOS PARA VOCÊ

Treta com Anitta

Nas últimas semanas, Andressa Urach ironizou as declarações de Anitta contra Jair Bolsonaro. De acordo com a ex-peoa, a cantora entende apenas quando se trata de rebolar o bumbum.

“Vamos dar um biscoito para a Anitta que precisa falar mal do presidente para voltar para a mídia. Não sabe nem o que é voto auditável. Vai rebolar o bumbum que disso você entende. Para que está feio”, iniciou.

Logo em seguida, a loira disse ser contra todas as ofensas vinculadas ao político. “Volto a falar em relação às ofensas ao presidente, eu acho que é muito feio ficar ofendendo ele. No lugar dele, eu já tinha processado todo mundo que ficasse me ofendendo. Não é porque a gente é artista, a gente tem o direito de ficar falando coisas pesadas, denegrir a imagem do outro até porque ele é muito ofendido. O presidente não pode nem se defender. Imagina, ela ofende ele, ela é mulher e se ele for revidar, vão ofendê-lo mais ainda. Vão dizer que é machistas e várias outras coisas. Eu falei para ela parar porque estava feio”, desabafou.

Maternidade

Cercada de polêmicas na vida pessoal, a musa confessou em conversa com a Quem, que não pretende ignorar segredos de sua trajetória aos seus filhos, já que enxerga a sua mudança.

“Quando minha filha ou filho estiverem na mesma idade eu vou falar da mesma maneira que falo para o Arthur, que sabe de tudo isso. Acredito que o que importa é a mãe que eu sou hoje. A verdade é sempre o melhor, porque, por pior que seja, é a verdade”, afirmou ela, que relembrou a gravidez de Arthur.

“Tive pressão alta e pré-eclâmpsia. Tive pielonefrite, que é uma infecção no rim, porque não bebia água. A partir do quarto mês, tive risco de aborto. Eu ia para o hospital e ficava internada 10 dias todos os meses. Foi bem difícil, eu também vomitava muito”, contou.

Confira:

O que você achou? Siga @siteentrete no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

MAIS LIDAS

Rafael Carvalho
Formado em Jornalismo pela Faculdade das Américas (FAM), já apresentou programa de entretenimento relacionado ao mundo dos famosos e entrevistou artistas do meio.
Veja mais ›