Angélica fala sobre estado de saúde de seu pai após AVC

publicidade

A apresentadora Angélica, de 47 anos de idade, usou as suas redes sociais para atualizar os seus fãs sobre o estado de saúde do seu pai, Francisco Ksyvicks, após um acidente vascular cerebral (AVC).

“Seguimos de mãos dadas com todos que torcem , rezam e mandam boas energias não é pai?! Deus agindo fortemente ainda estamos aqui vigilantes e muito agradecidos a toda equipe médica incansável enfermeiras carinhosas e equipe de Fono e Fisio que renovam nossa fé em dias melhores”, disse ela na legenda.

publicidade

SELECIONAMOS PARA VOCÊ

Contou no Domingão

No Domingão com Huck do ultimo domingo (10), o apresentador Luciano Huck abriu um espaço no dominical para revelar que Francisco teve que ser internado: “Quero aproveitar e mandar um beijo muito especial para o seu Chico, pai da Angélica, ele teve um problema sério de saúde ontem, mas vai dar tudo certo, se Deus quiser. Seu Francisco, estou aqui rezando muito pelo senhor. Quero aproveitar e agradecer a todos os médicos, toda a equipe do Copa Star, muito, muito, muito obrigado. Seu Chico, tamo junto! Eu te amo muito”, contou ele.

Perrengue para fazer xixi

Recentemente, a apresentadora Angélica abriu o jogo e contou o perrengue que passou durante a gravidez dos seus três filhos. Em entrevista concedida ao podcast Donos da Razão, do Gshow, a famosa disse que durante as gestações não conseguia segurar a urina por muito tempo.

publicidade

A loira disse que muitas vezes durante as viagens de carro teve que parar em acostamentos para fazer as necessidades em copinhos. A apresentadora teve a ideia em urinar em saquinhos: “Xixi no copinho é tipo normal. Agora, eu descobri um negócio que você faz xixi num saquinho e o xixi vira gel. Então eu faço xixi no carro, onde for”, contou.

“Antes de descobrir esse saquinho, eu estava num helicóptero, com muita vontade de fazer xixi, e a viagem era de uma hora e meia, não tinha jeito, como é que vai fazer? E aí tinham as fraldas dos meus filhos”, falou ela.

“E faltando ainda 40 minutos para chegar, eu não tinha a menor condição, falei: ‘não vou aguentar’. Pegamos aqueles panos de bebê, cueiro, e cobrimos para os pilotos não verem. Tinham as fraldas dos meus filhos, o Joaquim e o Benício eram pequenos, nem tinha a Eva ainda”.

“Foram cinco fraldas. Então eu abaixei e fiz xixi na fralda! E ia trocando as fraldas, sabe assim? Estávamos eu, Luciano, a babá e as duas crianças chocadas!.”
“Não sei se traumatizou, ou se eles pensaram ‘não, tudo bem, a vida é livre, minha mãe é livre, todo mundo é livre’ . Olha, vou te falar, foi triste, porque aí acabaram as fraldas, mas o meu xixi não acabou. E aí eu segurei o restinho que sobrou e quando eu cheguei saí correndo desesperada para ir ao banheiro”, finalizou.

O que você achou? Siga @entreteoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›