Anitta reclama de repercussão de entrevista e explica

A cantora Anitta usou seu perfil do Twitter para detonar os cortes envolvendo as sua entrevista no podcast PodCats. A famosa disse que as pessoas apenas se importam com suas falas envolvendo sua vida sexual.

Na postagem, a artista afirmou que o bate-papo com as apresentadoras Camila Loures e Virginia Fonseca permitiu que ela falasse sobre temas variados como sua carreira internacional, estudos e estratégias de marketing.

“Então, meu povo, ontem eu não falei só de bofe no podcast não, ok? Sei que é só isso que tá viralizando, mas eu falei de estudar, falei sobre usar camisinha, sobre indústria musical, estratégia de carreira… Porque tô vendo um povo falar que eu só falei de p**, mas o podcast teve 3 horas”, começa.

“Então, de p** mesmo, eu falei no total uns 20 minutos. O resto foi família, estudo, carreira, prevenção sexual e vários outros tópicos. Mas não tô macetando ninguém, não. Paz e amor, sem reclamação”, brinca.

Nas redes sociais os internautas adoraram ver a carioca falando da vida sexual agitada. Em certo momento, Anitta revelou como funciona fazer sexo em outras línguas. “Eu aprendi a transar nas línguas, nos idiomas, porque eu gosto de lacrar nisso também”, afirmou ela, que completou: “Mas imagina não sei quanto tempo transando em inglês, eu fui transar em português eu esqueci as palavras”.

Caso com Garçom

Ainda sobre sua vida amorosa, a cantora disse que sua estadia nos Estados Unidos permitiu que ela se envolvesse com um garçom. Segundo a cantora, se relacionar com outras pessoas famosas é muito difícil no país.

“Tem que ser uma pessoa de vibe legal. Às vezes é uma pessoa famosa que fica tudo grilada, ainda mais lá fora, e é por isso que eu prefiro ficar com o garçom. Eu não me coloco como ‘sou artista, você que venha até a mim’. Isso que me dá o ranço. Lá fora, quando alguém muito mais famoso faz isso, já me dá o ranço. Quando a pessoa decidiu vir, já não quero mais. Esse espírito de superioridade me dá agonia. Não me coloco num patamar maior. Como pessoas, somos iguais. Quero que o cara me trate como uma pessoa normal, então não posso ficar exigindo que ele faça coisas extras para mim só porque sou famosa, porque sou Anitta. Se ele quiser, eu vou na casa da mãe e entro no carro velho. Não tô nem aí”, explicou.

MAIS LIDAS

Surenã Dias
Formado em jornalismo pela UNIME Salvador, possui passagem por rádio, jornal e trabalha com público de internet desde 2016. Atualmente tem focado em projetos de audiovisual, cultura pop e celebridades.
Veja mais ›