Antonio Fagundes alfineta Bolsonaro em programa de Faustão

publicidade

O ator Antonio Fagundes foi um dos convidados do programa Faustão na Band nesta semana. Durante sua participação no programa de Fausto Silva, o artista falou sobre diversos assuntos. Ele esteve ao lado de sua esposa, Alexandra Martins, e decidiu dar uma alfinetada no presidente Jair Bolsonaro.

Sem citar o nome do governante ou de qualquer outro político, o famoso comentou que “os erros devem servir para algo” e pediu atenção na hora de votar.

publicidade

SELECIONAMOS PARA VOCÊ

Eu espero que a gente tenha aprendido a pensar melhor na hora de votar, é uma coisa bastante importante“, disse ele, que está longe das novelas desde o final de Bom Sucesso, da Globo, há dois anos.

Alexandra falou sobre a importância do voto. “O que a gente tem é a força do voto e cada vez mais devemos pensar na sociedade. O voto é secreto e depende só da gente. É importante o que a gente quer para o futuro, temos que aprender com nossos erros“, disse a atriz.

Por fim, até Faustão opinou sobre a questão política e, também sem citar nomes, pediu cuidado. “O cara que promete emprego pelo seu voto, a primeira coisa ao ser eleitor é vender por você. Não seja babaca. Urna não é penico para depois reclamar”, concluiu.

Vale Tudo

No fim de 2020, Antonio Fagundes foi entrevistado por Pedro Bial no programa Conversa com Bial. Ele falou a respeito da novela Vale Tudo, que fala sobre como pessoas sem escrúpulos fazem de tudo para alcançar seus objetivos. Para o ator, a história segue atual.

publicidade

Infelizmente, a novela continua atual. O Brasil não evoluiu em absolutamente nada de lá pra cá. Esse era o mérito na época e continua sendo hoje. A novela foi reprisada com extraordinário sucesso porque as pessoas reconheciam a realidade brasileira. Então, isso é um dos méritos dessa novela”, afirmou.

Citou Bolsonaro

Em uma outra entrevista, agora à coluna de Sonia Racy, do jornal O Estado de S. Paulo, Fagundes disse que não sente pena, “mas um pouco de raiva”, de quem aceita trabalhar com Jair Bolsonaro. Regina Duarte Mário Frias aceitaram cargos na Cultura no atual governo.

publicidade

Tenho pena de atores que aceitam esse tipo de coisa. Eles não têm a menor noção de como funciona aquilo ali. Não é uma novela, é um circo com regras próprias. E dependendo do governo, as regras são mais loucas ainda. Agora, não tenho pena não de quem aceita trabalhar neste governo atual. Tenho até um pouco de raiva”, disparou Fagundes.

O que você achou? Siga @entreteoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›