Aos 62 anos, Gretchen dança muito e corpo impressiona

A cantora Gretchen foi alvo de uma chuva de elogios após compartilhar um vídeo poderoso onde aparece dançando de biquíni na companhia de seu marido, o músico Esdras de Souza.

Esbanjando sensualidade, a artista, que está com 62 anos, surgiu com uma peça fininha estampada, chamando atenção para seu corpo musculoso impressionante.

“Simbora povo de Doublé de marido @euxama Adoroooo com ele @esdrasdesouza”, escreveu a morena na legenda do vídeo, onde apareceu dançando a nova música de Xamã, Dublê de Marido, a qual ela participou do clipe.

Em poucas horas o registro da famosa já estava causando o maior burburinho entre seus fãs, que não economizaram nos elogios. “Essa mulher arrasa mil milhões de vezes”, se derreteu um fã da rainha do bumbum.

Se todas as mulheres se cuidassem assim e tivesse a oportunidade para fazer isso o mundo teria mais guerra kkkkk 😂 Vc está ótima”, disse uma seguidora. “Olhando rápido jurava que era Sheila carvalho”, comparou outro admirador da mãe de Thammy Miranda.

Abriu o jogo sobre passado

Com uma carreira de mais de 40 anos de sucesso, a cantora Gretchen revelou que passou por grandes apuros durante a ditadura militar brasileira. Em entrevista no podcast PodPah, ela afirmou que diversas vezes sofreu ameaças.

“Eu era o símbolo sexy do Brasil, porque eu dançava de shortinho, dançava de costas para o público, rebolava. Era muito afrontoso uma mulher dançar de costas para o público, dançava com um vestido transparente que aparecia a calcinha… Hoje todo mundo usa isso, até porque está na moda, mas naquela época era um absurdo, e eu fazia tudo isso, já com 18 anos, e foi um estrondo no Brasil”, iniciou.

A artista relatou ainda na época nem ao menos seu pai, que era um militar respeitado, conseguiu ajuda-la com as decisões da ditadura sobre ela.

“Eu fui censurada, fiquei um mês que a censura me proibiu de fazer televisão, tinha a ditadura naquela época [tive que] ficar um mês sem aparecer em nenhum programa de TV. [Foram] na gravadora, falaram que eu não podia fazer mais televisão, porque era abuso… que mostrava muito, aí não podia”, pontuou.

Gretchen ainda comentou como sua carreira era intensa na época, o que fez ela realizar 50 shows por mês. “Eu era anônima, filha de um militar, que não saia de casa sem a mãe, e da noite para o dia passo a ser a mulher mais desejada do Brasil, que posa nua, que aparece em todos os programas […] Eu perdi a juventude, a minha adolescência eu não tinha, fazia uma média de mais de cinquenta shows por mês”, pontuou.

 

O que você achou? Siga @siteentrete no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Surenã Dias
Formado em jornalismo pela UNIME Salvador, possui passagem por rádio, jornal e trabalha com público de internet desde 2016. Atualmente tem focado em projetos de audiovisual, cultura pop e celebridades.
Veja mais ›