Após término com Vitão, Luísa Sonza expõe vida amorosa

Solteira há dois meses após o término com Vitão, Luísa Sonza coversou com a revista GQ, e desabafou sobre a vida amorosa. De acordo com a loira, ela já se apaixonou três vezes, e vem tentando controlar as suas emoções intensas e frequentes.

“Eu sou canceriana, me apaixono super fácil, mas tô um pouco controlada. Eu já me apaixonei 3 vezes em dois meses”, disse ela, que falou sobre gostar de sexo e a relação com o corpo.

“Somos muito invisibilizadas em todos os sentidos, a ponto do nosso prazer ser desconsiderado. Então aonde eu puder falar, eu vou falar. A verdade é que o nosso corpo é uma explosão de sexualidade. Mulher gosta de sexo, mulher quer sexo, não é objeto de prazer do homem”, comentou.

Ao concluir, a artista relacionou o sexo oral a diversos outros fatores. “Quando eu falo de sexo oral, não estou falando do meu prazer em si, eu falo da minha autoestima, do meu direito de ir e vir, da minha segurança e tudo que envolve isso”, pontuou.

Seis injeções

No inicio da semana, Luísa Sonza apareceu abatida nos stories do Instagram e disse aos fãs que havia tomado seis injeções. Com uma gripe forte, a jovem não  deixou de realizar os compromissos da agenda.

“Estou indo fazer um show, ontem também tive show. Foi tudo muito legal, mas o que vocês não sabem é que estou tomando injeção para poder fazer esses shows. Estou gripada, com dor de ouvido e tudo mais. Eu tomei tanta injeção que não estou conseguindo sentar, tenho que ficar deitada”, declarou.

Ao concluir, ela ainda brincou sobre ficar com o bumbum maior. “Tomei seis em três dias. Minha bunda está doendo tanto e vou ter que fazer show e rebolar. Estou indo no desespero. Estou sentando em travesseiro. (…) O lado bom é que minha bunda está maior ainda. Estou bem, mas minha bunda está doendo muito”, pontuou.

Bissexualidade

Bissexual assumida, Luísa comentou em conversa com Pocah que, após revelar ser da comunidade LGBT, recebeu uma chuva de cantadas de meninas interessadas em seu beijo.

“Quando falei sobre a minha sexualidade, recebi muitas mensagens de meninas que contavam histórias muito parecidas com a minha. Hoje, preciso dizer: se aceite, porque essa é a coisa mais libertadora e incrível do mundo. Todo mundo inventa um monte de besteiras sobre mim, não é? Sempre julgam que eu sou pegadora para caramba, mas isso não é verdade. Se vocês soubessem com quantos homens eu já transei, não iriam acreditar”, disse.

MAIS LIDAS

Rafael Carvalho
Formado em Jornalismo pela Faculdade das Américas (FAM), já apresentou programa de entretenimento relacionado ao mundo dos famosos e entrevistou artistas do meio.
Veja mais ›