Babu Santana revela motivo de deixar favela: “defender meu filho”

Babu Santana (Reprodução)
Babu Santana (Reprodução)

Babu Santana, ex-participante do Big Brother Brasil 20, revelou que decidiu deixar a favela porque queria defender seu filho de abordagem policial. A declaração foi dada durante uma live da revista Marie Claire.

Em meio ao bate-papo nas redes sociais, o famoso, que é pai de três jovens, afirmou que sempre busca ter conversas francas com seus filhos para que eles entendam a realidade de onde vivem.

“Eu sempre pensei em como iria falar sobre esse tema com meus filhos, principalmente para minha filha que é branca e tem cabelo cacheado. Falo o quanto ela é linda, como qualquer outra criança. Que ela vai precisar se defender de comentários ao longo da vida e nós debatemos muito”, contou o ator.

Conhecido pelos seus posicionamentos fortes sobre racismo e sobre classe social, o ator global confessou que tem medo de ver seu filho passando por uma abordagem policial violenta, comum nas comunidades do Rio de Janeiro.

“Um dos fatos de sair da favela foi defender meu filho para que ele não tomasse uma dura [da polícia] todos os dias”, disse Babu, que atualmente se prepara para entrar na novela Salve-se Quem Puder.

E completou: “Ser pai é um desafio, não é só sobre racismo, as coisas vão aparecendo e não te dão um manual. Tem coisas que só iremos aprender conforme a vida vai se apresentando, mas meu filho já entende que a minoria de representatividade tem seu espaço”.

Ainda durante a entrevista, Babu afirmou que acredita que seus filhos estão crescendo com mais privilégios do que ele teve. Além disso, elogiou o fato das pautas voltadas para a minoria terem ganhado mais espaço.

“Estão crescendo numa outra classe social e com discursos mobilizados das minorias, como mulheres e LGBTQ+, e essas pessoas não querem abrir mão dos seus direitos. Para a Laura foi muito bom assistir ao BBB e ver as discussões que o programa levantou, espero que não seja só um modismo das redes sociais”, disse.

Babu também aproveitou o espaço para falar da necessidade do dialogo sobre o combate aos preconceitos na sociedade: “Não acho que devemos ser radicais, é preciso abrir um diálogo. Nosso maior desafio agora é ter calma, conversar e saber que não basta ser antirracismo, tem que ser antirracista”.

Uma das estrelas da campanha da Natura 2020 para o Dia dos Pais ao lado de Thammy Miranda, o artista fez questão de defender o colega e criticou homens que abandonam seus filhos – um problema social do Brasil.

“O Thammy é um homem e pai incrível. Não tem problema algum ele ser um pai trans. O problema está nas 5 milhões de crianças sem pai no registro de nascimento e nas milhares de mães solo”, disse.

DEIXE SUA OPINIÃO

comments