Bárbara Evans exibe ultrassom e questiona internautas

Bárbara Evans, de 30 anos de idade, parece estar bastante ansiosa para saber o sexo do seu bebê. A modelo compartilhou uma foto do ultrassom em seu Instagram nesta sexta-feira (29) e brincou sobre os possíveis nomes do seu primogênito.

“Oi, pessoalzinho! Amanhã meu papai e minha mamãe saberão se sou a Ayla ou sou o Noah. Qual a opinião de vocês? Na última fotinho, aproveitei e já mandei um beijo para vocês! Acho que essa noite meus pais não dormem (risos). Beijos e até amanhã! #TimeAyla #TimeNoah”, escreveu ela.

SELECIONAMOS PARA VOCÊ

Autoestima na gravidez

Recentemente, a modelo Bárbara Evans respondeu as curiosidades dos seus seguidores a respeito da gestação. Na ocasião, a vencedora da sexta edição de A Fazenda foi questionada por um internauta se ela tinha baixa autoestima por conta da mudança de seu corpo.

“Graças a Deus zero. Comecei a engordar muito durante o tratamento de fertilização. Foram 3 meses e eu engordei 14kg. Agora na gravidez já se foram 3 meses e eu engordei 3.2kg. Então eu fui colocando na minha cabeça que era para a realização do meu maior sonho. O corpo ficou tão pequeno perto do meu sonho. Eu sou e sempre fui muito dedicada, sei que quanto eu tiver meu filho vou correr atrás e voltar a minha forma de antes. Então hoje eu me olho no espelho e me amo do jeito que sou”, respondeu.

Em seguida, Bárbara falou sobre os comentários desnecessários feito pelos  internautas: “Tranquilo, eu gosto de ler a opinião das pessoas. A única coisa que me incomoda mesmo são mulheres falando que sou fraca, mole, fresca. Se a gravidez delas foi tranquila, nossa que maravilhoso! Porque a minha não está sendo e não irei romantizar. Mas me admira muito uma mulher julgando a outra que está passando por dificuldades na gravidez. ‘Engravidou porque quis, sabia que seria tudo isso’. ‘Por que não adotou então?’ Inacreditável!”, disparou ela.

Perrengues na gestação

Vale recordar que recentemente Bárbara Evans deu uma entrevista para a revista Quem e falou sobre os perrengues da gravidez. Segundo ela, foram poucos os momentos em que ela esteve bem

“Quem me segue, me conhece e sabe que sou 100% verdadeira. E nestes três primeiros meses são raros os momentos em que estou bem. Estou passando muito mal. O começo de gestação tem sido muito difícil porque eu ainda tenho tomado progesterona. Sinto muita, mas muita dor de cabeça. A dor de cabeça é tão forte que às vezes não consigo sair do quarto. As pessoas me perguntam: ‘o que você tem sentido de coisas boas?”, contou. 

 

O que você achou? Siga @siteentrete no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

MAIS LIDAS

Veja mais ›