BBB 21: Arthur chora muito após briga ao vivo e Pocah detona atitude

O Jogo da Discórdia do Big Brother Brasil 21 desta última segunda-feira (5), esquentou o clima no reality e gerou a maior tensão. Uma delas foi envolvendo Arthur e Fiuk, que deixou os brother assustados.

Após o fim do programa, Arthur demonstrou arrependimento ao xingar e reagir de forma agressiva contra Fiuk. Isolado do restante da casa, o crossfiteiro foi abordado por Pocah, que fez questão de soltar o verbo.

“Eu fui criado na rua. Não acho certo o que eu fiz. Estou fazendo aqui dentro o que faço de errado lá fora!”, se justificou Arthur, que logo caiu aos prantos ao ver os posicionamento da funkeira.

Cansada de tentar aconselhar o brother dentro do programa, Pocah não poupou palavras. “Você está errado! Não pode fazer isso. Gosto de você, mas não dá! Não dá para te defender!”

“Não posso deixar de ser firme quando vejo algo errado. Não achei legal, não vou passar pano”, disse Pocah em outro momento.

Arthur concordou com a amiga e agradeceu o puxão de orelha: “Eu sei que não foi legal e eu agradeço. Quem sou eu pra julgar as pessoas aqui…é uma palavra que a gente pega e solta. Sei que eu tô errado”.

A discussão entre Fiuk e Arthur se iniciou logo após o músico fazer críticas abertas ao crossfiteiro. Ao ser apontado de mentiroso e como um dos participantes que “joga sujo”, o capixaba chamou o artista de “cuz*o”.

Carla Diaz desabafou sobre Arthur

Arthur, inclusive, tem sido alvo de críticas fora do programa desde o seu relacionamento com Carla Diaz. Ao sair do reality, a atriz comentou sobre seu romance com o rapaz e falou sobre as cenas que viralizaram nas redes sociais.

Em entrevista ao programa BBB – A Eliminação, Carla que se sentiu trouxa no programa e chorou muito em seu primeiro dia pós BBB.

“Sim, eu estava me sentindo mal… Tem aquela questão… O que me deixa chateada e o que me deixou muito triste hoje… tá sendo um dia muito difícil, confesso. Chorei muito sim, porque é muito difícil…”, desabafou.

“Nós mulheres sabemos o quão difícil é a gente se entregar em um relacionamento, ser verdadeira e aí o cara ter atitudes e a gente ser julgada pelas atitudes do cara. Chega, né gente? Minha trajetória não se resume a isso, eu não me vejo como trouxa e como burra. Eu me vejo como mulher, que foi corajosa de ter me permitido viver. Mulheres, sejam corajosas sim e abram seus olhos porque nós temos poderes. Nosso coração pode ter milhões de buraquinhos, por milhões de relacionamentos, mas só nós também, temos o direito e o poder de curar esses buraquinhos”.

 

MAIS LIDAS

Surenã Dias
Formado em jornalismo pela UNIME Salvador, possui passagem por rádio, jornal e trabalha com público de internet desde 2016. Atualmente tem focado em projetos de audiovisual, cultura pop e celebridades.
Veja mais ›