BBB 21: Gilberto fica chocado ao saber estratégia de Viih Tube: “jogou”

Gilberto Nogueira no Mais Você (Reprodução/Globoplay)
Gilberto Nogueira no Mais Você (Reprodução/Globoplay)

Convidado do programa Mais Vocês nesta manhã de segunda-feira (3), Gilberto Nogueira, último eliminado do Big Brother Brasil 21, ficou chocado ao descobrir que pode ter sido enganado por Viih Tube.

Em conversa no café da manhã com Ana Maria Braga, o pernambucano relembrou o episódio que deixou boa parte dos telespectadores chateados. Quando o ex-brother teve a oportunidade de colocar a influenciadora no paredão como vingança, mas não fez.

Ao mostrar o vídeo da vitória do economista, Ana Maria disse que Viih havia “entregado” a prova do líder para Gil como uma forma de estratégia para não ser votada. Chocado com a perspectiva do jogo da apresentadora, Gil teve uma reação imediata.

“Ela fez isso pra você não indicá-la para o paredão. Você tem um coração assim ó (grande)”

“Ela fez de propósito? Sabia que tinha feito de propósito, mas porque ela disse que eu voltar do paredão como líder seria grandioso. Eu fiquei com o coração tocado. Não poderia indicar ela depois dessa atitude. Agora, se ela fez na… Esperta ela, né? Jogou e jogou. Ai que humilhação, Brasil. Ai, Brasil”.

Líder por três vezes, o ex-BBB ainda se divertiu com o fato de ter indicado apenas pessoas que não conseguiam ser eliminadas no paredão.

“Eu joguei, ruim? Mas joguei. O que valia era jogar (sobre as lideranças). Já sabia: quer se salvar do paredão, deixa eu te indicar. Ia voltar. Nem tinha salvação”.

Mensagem emocionante

Ainda durante sua passagem pelo Mais Você, Gil fez questão de falar sobre o fato de ter passado em três universidades dos Estados Unidos fazer PHD. O ex-brother comentou sobre ter conquistado seu sonho, mesmo tendo diversas barreiras pela frente.

“Comecei a batalhar. Mas algo dentro de mim gritava muito forte. Tinha uma barreira e pensava: ‘caramba’. Deixava de estudar para ajudar outras pessoas. Mas sabia que o momento certo viria. Às vezes, achava que não era bom ou que não tinha capacidade”.

Muito religioso, o pernambucano agradeceu a Deus por ter lhe dado força para enfrentar as adversidades da vida. No entanto, ele garantiu que faz parte de uma exceção da população pobre brasileira que conseguiu conquistar, com muito esforço, seu sonho.

“Deus mostrou que não era qualificação pessoal, era o momento certo. Deus me deu oportunidade de passar em 3 PhDs e escolhi o topo da minha lista: a Universidade da Califórnia. Ouvia de todo mundo que era um mundo paralelo e que precisava acordar. Essas pessoas agora vão ouvir que era real. Deus vai prover os meios. Se uma pessoa quer muito uma coisa, vigore, acredite, vai dar certo. Digo que sou 1% de exceção, mas, como eu, podem haver outras exceções”.

Veja mais ›