Chico Cesar agradece Juliette, do BBB 21, após música voltar a bombar

Chico César e Juliette (Reprodução)
Chico César e Juliette (Reprodução)

O sucesso do Big Brother Brasil 21 tem causado reflexos até na área musical. Nas últimas semanas a participante Juliette fez ressurgir nas plataformas de streaming uma canção antiga de Chico César.

A música Deus Me Proteja de Mim entrou para o TOP 50 das músicas mais tocadas do Spotify e já chegou a ocupar a posição 16. O caso surgiu logo após a paraibana aparecer no reality cantando a canção em meio a um momento de tensão da competição.

Em entrevista concedida à coluna Léo Dias, do portal Metrópoles, o conterrâneo da sister agradeceu pelo carinho pela música, que foi gravada em 2008 ao lado de Dominguinhos e tem cativado muitos brasileiros.

“Fico muito feliz que essa canção minha, gravada em 2008 com o mestre Dominguinhos e que no final tem a voz de minha mãe, alcance em tempo o coração do Brasil. Obrigado, minha conterrânea Juliete, por espalhá-la com tanta doçura”, disse César.

Vale destacar que essa não é a primeira vez que os dotes musicais da advogada são alvos de elogios. Nos últimos dias um vídeo onde Juliette aparece cantando Dona Cila, canção de Maria Gadú, viralizou nas redes sociais. O momento chamou tanto atenção dos telespectadores do programa, que o produtor musical Bruno Estevez fez um remix com a faixa na voz da sister.

Gerou rejeição

Sucesso de audiência desde sua estreia, a nova temporada do Big Brother Brasil bateu mais um recorde nesta semana com a eliminação do comediante Nego Di. O gaúcho foi eliminado da competição com a rejeição histórica de 98,76% dos votos.

Em entrevista concedida a Ana Maria Braga nesta última quarta-feira (17), Nego afirmou que a rejeição trouxe reflexos negativos para a sua família. O artista disse que seu filho e sua mãe se tornaram alvo de ameaças, inclusive de morte.

“É doloroso escutar e ler algumas coisas que não tem a ver com o seu caráter. Na última sexta-feira, eu me senti expelido”, disse o famoso, que relatou já ter passado por outros momentos de rejeição em sua vida.

“Criei mecanismos de defesa pelas coisas que passei na vida. Eu me vi devastado quando eu cheguei no hotel e vi pessoas que eram meus amigos virando as costas para mim, famosos que eu gosto fazendo campanha contra mim, sofri ameaças de morte, meu filho [de 5 anos] não está indo para a escola. Eu reconheço que errei para caramba, mas não sou esse mau caráter, estava vivendo meu sonho”, comentou.

 

Veja mais ›