BBB 21: Preta Gil lamenta eliminação de Gilberto e alfinetada gera revolta

Preta Gil (Foto: Reprodução/Instagram)
Preta Gil (Foto: Reprodução/Instagram)

A cantora Preta Gil causou a ira em alguns fãs do Big Brother Brasil 21 na madrugada desta segunda-feira (3). Isso porque a famosa resolveu fazer uma publicação em homenagem a Gilberto Nogueira, o último eliminado do reality.

Em sua publicação feita no Twitter, Preta não escondeu de ninguém que ficou muito decepcionada com o resultado do paredão, ao qual eliminou com 50,87% dos votos, deixando e Camilla de Lucas e Juliette chegarem até a final do programa.

“MEU CAMPEÃO, protagonista sim, indestrutível sim, inesquecível!!!!! Vem pra cá porque o Brasil, a parte boa desse Brasil te ama!!!! Estamos aqui de braços abertos pra te amar!!!!”, disparou a artista.

A mensagem publicada pela filha de Gilberto Gil acabou sendo vista como uma alfinetada aos fãs de Juliette, que têm sido alvo de muitas críticas por conta de toda sua paixão pela paraibana nas redes sociais.

“Desnecessário isso de colocar que a parte boa ama… quem voltou contra é a parte ruim? Nossa, nos respeita assim como respeitamos o Gil e reconhecemos o mérito dele”, escreveu uma internauta.

“Então a parte boa é só quem queria q Gil ficasse? Ah, nada a ver essa divisão partir de vc. Quer dizer se Juliette fosse eliminada por Gil, tava td lindo agora? Bora respeitar quem pensa diferente, as torcidas já estão inflamadas, n precisa de mais querosene”, refletiu mais uma.

Passou no PHD

Na manhã de segunda-feira (3), Gilberto foi o convidado especial de Ana Maria Braga para tomar um café no Mais Você (TV Globo). Durante o bate-papo com a apresentadora, o pernambucano comentou sobre ter passado em três universidades dos Estados Unidos.

Segundo Gilberto, ele atribuiu a conquista a sua fé. O ex-BBB agradeceu a Deus por ter lhe permitido chegar onde chegou, mas fez questão de afirmar que ele é uma exceção entre tantos brasileiros que batalham pelo mesmo todos os dias.

“Comecei a batalhar. Mas algo dentro de mim gritava muito forte. Tinha uma barreira e pensava: ‘caramba’. Deixava de estudar para ajudar outras pessoas. Mas sabia que o momento certo viria. Às vezes, achava que não era bom ou que não tinha capacidade. Deus mostrou que não era qualificação pessoal, era o momento certo. Deus me deu oportunidade de passar em 3 PhDs e escolhi o topo da minha lista: a Universidade da Califórnia”.

“Ouvia de todo mundo que era um mundo paralelo e que precisava acordar. Essas pessoas agora vão ouvir que era real. Deus vai prover os meios. Se uma pessoa quer muito uma coisa, vigore, acredite, vai dar certo. Digo que sou 1% de exceção, mas, como eu, podem haver”.

Veja mais ›