BBB 22: Brunna comenta rótulo de ser esposa de Ludmilla

publicidade

Em conversa com Luciano e Eliezer, Brunna Gonçalves comentou sobre ser rotulada de ‘esposa’ de Ludmilla. Segundo ela, isso não a incomoda, mas lhe fez pensar muito sobre aceitar ir ou não para o reality, visto que a carreira da companheira poderia ser prejudicada no BBB 22.

“No primeiro dia do Big Brother do ano passado, eu falei: ‘vou estar lá. Só que eu sou casada com uma pessoa muito famosa”, disse ela. “O que você faz reflete”, falou Luciano. “Exatamente. Reflete nela as minhas atitudes. Eu tive que pensar muito. Queria muito mesmo porque eu vi que isso aqui é uma vitrine para minha vida profissional. Vai mudar tudo”, pontuou a loira.

Na sequência, Eliezer disse que não conhecia a maioria dos brothers do grupo camarote; “Juro que não faço por mal. Sei quem era o Pedro [Scooby] e o Tiago [Abravanel], mas não sabia quem você era, nem se era a mulher da Ludmilla. Juro e a gente trocando ideia agora temos a visão de antes da visão da mulher da Brunna. Isso é muito legal”, falou.

Com o coração aberto, a artista ainda falou não se incomodar por ser vinculada à funkeira. “A pergunta que mais fazem é: ‘você se incomoda do povo falar esposa da Ludmilla?’. Não, ela mudou a minha vida em todos os aspectos. Eu nunca teria vergonha ou raiva. Tenho orgulho de ser ‘esposa da Ludmilla’. Nunca vou ficar com raiva disso, mas quero contar a minha história. Quero mostrar que eu sou”, completou.

Se apresentou

Ao ser revelada como participante do BBB 22, Brunna revelou ser uma pessoa muito competitiva. Além disso, ela confessou que concorda com as pessoas quando falam que ela parece uma barbie. Apesar disso, nas horas das provas ela está disposta a dar o seu melhor.

“Eu tenho cara de Barbie mesmo. Sou muito competitiva e odeio perder. Só entro para ganhar”, falou ela, que ainda comentou sobre andar de avião.

“Eu tinha poucas oportunidades, mas agarrava todas com unhas e dentes e fazia daquilo a melhor coisa da minha vida. Eu vou até o fim para conseguir o que eu quero. Foi um perrengue, mas o mais top. Cresci muito como pessoa, como profissional e isso mudou a minha vida”, apontou.

Por fim, ela não demonstrou medo de ser rotulada;Eu não tenho medo das pessoas me olharem com esse tipo de pensamento. Estou preparada para tudo. Trabalho, não passo necessidade, tenho uma vida muito boa, mas não é só eu. Tem a minha família e ainda não tenho condições de bancar todo mundo. Quero dar uma vida boa para eles e o programa vai abrir muitas portas”, afirmou.

O que você achou? Siga @entreteoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

publicidade

SELECIONAMOS PARA VOCÊ

Veja mais ›