BBB22: Equipe de Laís se pronuncia após polêmica com Linn

publicidade

A equipe da participante do BBB22, Laís Caldas, de 30 anos de idade, se pronunciou em suas redes sociais para se retratar com a sister Linn da Quebrada, após a médica enviar um torpedo transfóbico para a cantora.

O torpedo é uma nova funcionalidade dessa edição em que os participantes enviam mensagens em anônimos para outros brothers. “Você está “solteiro”? tem alguém perguntando aqui?”, dizia o torpedo em questão.

publicidade

SELECIONAMOS PARA VOCÊ

No Instagram , a equipe da médica se pronunciou e pediu desculpas para as pessoas que ficaram ofendidas com o erro cometido pela sister: “Queremos pedir desculpas, em nome da Laís, pela colocação errada da mesma ao se dirigir a Linn da Quebrada. Sabemos que o certo seria perguntar ‘Você está solteira?’. Esse é um assunto sério, e em nome de todos que apoiam e torcem pela Laís Caldas, reiteramos nossas desculpas a Linn e a todos que se sentiram ofendidos pelo erro cometido”, dizia o comunicado.

 

Internautas se revoltaram

publicidade

Nas redes sociais, os internautas se revoltaram com o torpedo enviado por Laís Caldas: “A equipe dela assumiu a merda que ela fez e ainda tem gente tentando contextualizar como piada interna”, disse um internauta.

“Não adianta a equipe pedir desculpas sendo que a própria infratora não pediu desculpas e se fez de desentendida”, disparou um usuário. “Desculpa com “desculpa se vc se sentiu ofendido” vc n ta se desculpando por ter ofendido, vc ta pedindo desculpa por terem visto q vc ofendeu, ah vai se fuder”, apontou uma jovem.

Falou da morte de seu pai

publicidade

Nos primeiros dias de confinamento, a participante Laís Caldas em conversa com Bárbara Heck, falou sobre a morte de seu pai, Augusto César. Ela que perdeu o seu pai um mês antes do inicio do programa, disse que ele estava sofrendo muito em decorrência de uma doença.

“Ele já estava acamado, já não estava levantando nem pra ficar na cadeira de rodas. É aquela coisa que a gente não quer ver o sofrimento da pessoa. A gente entrega muito pra Deus e fala assim: ‘Dê o que for melhor pra ele, não o que é melhor pra gente”, disse ela.

“A gente não quer que ninguém vá. Infelizmente a gente não está preparado pra isso, né? Aí, quando é uma doença muito triste, que a pessoa está sofrendo, a gente entrega pra Deus”, contou.

O que você achou? Siga @entreteoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›