Bruna Marquezine fala sobre pressão para se posicionar

Em conversa com a Marie Claire, Bruna Marquezine desabafou sobre se sentir pressionada para falar sobre alguns assuntos. Segundo a própria, nas redes sociais hoje ela se sente livre para se posicionar sobre o que realmente quer e entende.

“Hoje em dia não me sinto mais pressionada, até porque falo apenas sobre o que eu quero e o que eu domino. Nas minhas redes você vai ver que eu só falo sobre o que de fato acredito, sobre aquilo que acho que precisa de mais atenção, para ampliar o diálogo. Eu honestamente não me cobro para falar sobre tudo a todo momento”, disse.

Covid-19

Quando questionada sobre o inicio da quarentena em decorrência da Covid-19, Bruna Marquezine desabafou e disse ter se tratado de um momento muito tenso. De acordo com ela, o período lhe mostrou que é necessário cuidar mais de si.

“Não foi fácil em todos os sentidos. Passei por um processo de muitas mudanças internas, muitas reflexões, e todas necessárias. Com certeza passei a prestar mais atenção em mim e a me cuidar mais. Eu procuro buscar um equilíbrio separando um tempo para mim e fazendo atividades que gosto, como ler um bom livro, meditar, fazer ioga. Acredito que equilíbrio é tudo”, argumentou.

Feminismo

Com mais de 40 milhões de seguidores e um engajamento poderoso nas redes sociais, Bruna Marquezine revelou em conversa com a Vogue que se interessou pela descoberta do feminismo ao perceber que estava cercada de pessoas machistas.

“Lembro de quando comecei a entender e ouvir mais sobre feminismo. Foi quando percebi que era vítima diariamente da cultura machista. Mais do que isso, percebi que outras mulheres passam constantemente por casos trágicos e histórias irreversíveis por conta dessa cultura. Então, de certa forma, o que me dá forças é ver que o que eu falo tem um impacto sobre as pessoas. Que elas se interessam pelo que eu acredito e luto, e passam a abraçar a causa. E esse é o tipo de efeito que vemos quando as mulheres se unem por aquilo que acreditam”, falou.

Ao concluir, ela demonstrou não concordar com o atual ‘cancelamento’ feito na web. “Nas minhas redes eu só falo sobre o que de fato acredito. Sobre aquilo que acho que precisa de mais atenção, para ampliar o diálogo. (…) Eu me permito falar apenas sobre o que eu quero e sobre o que eu domino, assuntos que de fato acredito. Me incomoda bastante ver o atual cenário das coisas (sobre o cancelamento na internet)”, desabafou.

Rafael Carvalho
Formado em Jornalismo pela Faculdade das Américas (FAM), já apresentou programa de entretenimento relacionado ao mundo dos famosos e entrevistou artistas do meio.
Veja mais ›