Bruna Marquezine revela visitas de Enzo Celulari para ver “filha”

Bruna Marquezine revelou que continua recebendo visitas de Enzo Celulari mesmo após o término do relacionamento. A atriz explicou que o ex-namorado ainda vai à sua casa para ver a gata que adotaram e que consideram como “filha”.

Nas redes sociais, Marquezine deu mais uma demonstração de que terminou a relação com o filho de Claudia Raia de forma amistosa. Ela contou que Enzo ainda vai todos os meses visitar Mia, a gata de estimação dos dois.

A revelação da artista sobre o assunto aconteceu em uma publicação de Lissio Fiod – participante do reality Casamento às Cegas – no Instagram. Na postagem, o rapaz disse ter a guarda compartilhada do cachorro com a ex.

“Guarda compartilhada de pet, Lissio? Sei”, comentou Marquezine. “Juro que não era essa a ideia proposta [risos]”, respondeu ele.

A atriz, então, fez a revelação envolvendo o ex-namorado. Eu não tenho moral pra falar nada, não. O pai da minha gata visita ela mensalmente e eu acho ruim quando não vem. Ameaço logo uma alienação parental”, brincou ela.

Marquezine e Enzo assumiram o relacionamento publicamente em abril. O romance durou pouco e chegou ao fim em junho. No tempo em que ficaram juntos, no entanto, os dois anunciaram que seriam “pais”. Mas não era de uma criança. É que o então casal adotou uma gata.

A “filha” de Bruna Marquezine e Enzo Celulari

Na época, a atriz anunciou a novidade em seu perfil no Instagram. Ela publicou fotos ao lado da gatinha e a tratou como “filha”. O animal de estimação, que recebeu o nome de Mia, ganhou até o sobrenome dos dois.

“Mia Marquezine Celulari”, escreveu Marquezine na legenda da postagem.

Enzo Celulari comentou na publicação e fez um elogio para a então namorada. Coisa mais linda nossa filha. Puxou a mãe, graças a Deus”, declarou o rapaz na ocasião.

Lado feminista

Em entrevista recente à revista Vogue, Bruna Marquezine afirmou que estava cercada de pessoas machistas. Ela contou que com o passar do tempo passou a ter uma grande identificação com o movimento feminista e decidiu apoiar.

“Lembro de quando comecei a entender e ouvir mais sobre feminismo. Foi quando percebi que era vítima diariamente da cultura machista. Mais do que isso, percebi que outras mulheres passam constantemente por casos trágicos e histórias irreversíveis por conta dessa cultura”, declarou.

“Então, de certa forma, o que me dá forças é ver que o que eu falo tem um impacto sobre as pessoas. Que elas se interessam pelo que eu acredito e luto, e passam a abraçar a causa. E esse é o tipo de efeito que vemos quando as mulheres se unem por aquilo que acreditam”, disse Bruna Marquezine.

Vitor Peccoli
Publicitário, roteirista formado pela Casa Aguinaldo Silva de Artes. Escreve sobre TV e famosos desde 2013 | Contato: [email protected]
Veja mais ›