Caio Blat posta foto polêmica e gera comentários

Cotado para a próxima novela das 18h ‘Mar do Sertão’, o ator Caio Blat mostrou aos fãs que não tem muito pudor com o corpo e surgiu em uma foto inusitada.

Com um clique onde surge com uma plaquinha na região íntima, o artista surgiu em uma ponte, com o aviso: “Proibido passar, área privada”. Após a primeira imagem, ele fez questão de dividir mais uma foto, bem parecida, só que de costas, cobrindo apenas o necessário.

SELECIONAMOS PARA VOCÊ

“Gente do céu, agora esse homem me mata de uma vez”, brincou um rapaz. “Brincadeiras bobas e gostosas”, disse o segundo. “Perfeito demais, eu amo”, apontou o terceiro.

Reaproximou

No último ano, Caio Blat conversou com a revista JP sobre a sua reaproximação com o filho Antônio, de 18 anos, que foi adotado pelo famoso ao lado da primeira esposa, Ana Ariel.

“Fiquei muitos anos fora da vida dele. Depois que ele voltou para a minha vida, criamos uma relação muito especial, de amizade, de uma troca muito forte, embora a gente se veja pouco porque ele mora em Campinas (São Paulo). Antônio é o ídolo do Bento porque é gamer, conhece todos os jogos. Eles jogam juntos on-line”, desabafou ele.

Elogiou

Vale desatacar que, Caio recentemente tirou um tempo dos compromissos para escrever uma belíssima homenagem ao ator Paulo Betti, com quem trabalhou na novela Império em 2014. No texto, ele rendeu muitos elogios ao colega de profissão.

“Paulo Betti, meu ídolo, é um dos atores e diretores mais importantes do Brasil. Dedica sua carreira a representar tipos populares brilhantes e luta como produtor cultural. Manteve a Casa da Gávea durante anos, centro cultural que fez história no Rio de Janeiro. Doou sua casa em Sorocaba para um quilombo. É um gigante. No desgoverno de Jair Messias Bolsonaro já vimos a FUNAI ser contra os indígenas, o Ministro do meio ambiente vendendo madeira ilegal, a pasta de Direitos Humanos ser contra as minorias, o Ministério da Saúde ser contra a vacina”, afirmou ele, que continuou.

“Temos também um secretário de cultura que é contra a Cultura e comemora cada vez que os patrocínios da lei Rouanet diminuem, sem explicar que a cada real investido na Cultura, 3 reais são devolvidos na economia. Sem dizer que todos os setores da economia recebem incentivos fiscais muito maiores. Sem dizer que todos os países desenvolvidos investem e subsidiam sua cultura, sua música, seu teatro e cinema. O que você faria, nessa pandemia, sem os filmes, as séries, os livros, as músicas? Respeite e valorize a Cultura e os artistas do seu país. Esse governo não nos representa, esse pesadelo vai acabar muito em breve”, escreveu.

Confira:

O que você achou? Siga @siteentrete no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

MAIS LIDAS

Rafael Carvalho
Formado em Jornalismo pela Faculdade das Américas (FAM), já apresentou programa de entretenimento relacionado ao mundo dos famosos e entrevistou artistas do meio.
Veja mais ›