Carol Castro arrasa com ensaio quente em preto e branco

A atriz Carol Castro deixou os fãs bastante animados com uma nova publicação compartilhada nas redes sociais. Atualizando o feed de sua conta oficial no Instagram, a musa surgiu exibindo toda a sua beleza e boa forma ao surgir usando apenas uma lingerie.

Evitando escrever qualquer coisa na legenda da postagem, Carol optou por deixar apenas alguns emojis. Milhares de pessoas curtiram a postagem, que ainda rendeu muitos elogios nos comentários. “É a volta da axila cintilante?? Depilada com óleo de coco do Himalaia!! Obrigado desculpa e parabéns! Minha mina ela, sabiam?”, escreveu Bruno Cabrerizo, namorado da atriz.

SELECIONAMOS PARA VOCÊ

Veja a publicação de Carol Castro nas redes sociais:

Momento difícil

Recentemente, Carol Castro decidiu falar sobre um momento delicado que passou. Ela deu detalhes a respeito de uma tatuagem que tem pelo corpo e contou que fez o desenho em questão porque estava passando por algumas situações muito difíceis e acabou se tornando rebelde. Isso aconteceu ainda no início de sua adolescência.

“Com 12 anos, minha mãe falou: ‘precisamos ir para Bauru, você quer ir comigo ou voltar para o Rio [com o pai]?’. Eu falei: ‘Acho que vou para Bauru’. Só que eu era um E.T. em Bauru. Lá, cidade do interior, se dividia entre os skatistas e os peões, galera de rodeio, que escuta outro tipo de som”, disse ela, que foi entrevistada por Thais Fersoza em seu canal oficial no Youtube.

Bullying

Na sequência, Carol Castro ezplica que acabou se juntando com um grupo de pessoas. “Acabei indo para a galera do skate, que era meio a minha tribo. E aí tinha um grupo de meninas cuja chefe era a Carol Metanol, toda tatuada. Era uma gangue que queria me bater. Sabiam onde eu morava, faziam ligações, me fecharam uma vez na rua…”, desabafou a famosa, que explicou, por fim, que sofreu muito bullying naquela ocasião.

“Sofri um bullying muito louco. E aí, num ato de rebeldia, eu já estava com 14 anos, eu queria fazer um dragão, que ia das costas até a virilha. Mas eu não tinha dinheiro. Eu já vinha para o Rio trabalhar alguns finais de semana, aí juntei o dinheiro e fiz a minha tatuagem. Foi mais ou menos isso. Tem um porquê, sabe? Não foi do nada. Eu podia ter enveredado por um caminho muito ruim. Mesmo. Entrado para o mundo das drogas. Eu só quis fazer uma tatuagem. Foi a minha forma de expressar um grito de rebeldia”, finalizou.

O que você achou? Siga @siteentrete no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

MAIS LIDAS

Thiago Freitas
Marketing - Centro Universitário de Belo Horizonte. Atua como redator para o nicho de TV e famosos.
Veja mais ›