Cauã Reymond esquenta a web com foto impressionante

Cauã Reymond
Cauã Reymond (Foto: Reprodução/Instagram)

Cauã Reymond incendiou a web na manhã de terça-feira (09) ao surgir todo molhadinho em uma foto sensual. No clique, o galã aparece com uma regata branca, que por conta da água, acabou ficando levemente transparente, deixando em evidência seu peitoral sarado e o corpão impressionante.

“Pra acordar 😅”, escreveu o ator na legenda da publicação.

No entanto, se a intenção de Cauã era se refrescar, ele conseguiu deixar o clima nas redes sociais ainda mais quente, causando euforia entre seus milhares de seguidores no Instagram. Nos comentários da publicação, os elogios rapidamente tomaram conta.

“Pra acordar, não. Pra bota fogo, mesmo!”, “Uma beleza, é uma beleza. Em qualquer ângulo”, “Tá de parabéns”, “Eu só precisava de um banho desse pra acordar, de preferência com você”, “Ta de sacanagem, que homão”, “Gostoso demais”, foram algumas das reações.

Autoestima

Em setembro do ano passado, Cauã Reymond concedeu uma entrevista à jornalista Soninha Vieira da Quem, onde falou sobre diversos assuntos relacionados à sua vida pessoal. Entre eles, o ator comentou sobre sua autoestima atualmente.

“Eu ando supersatisfeito comigo, graças a Deus. Acho importante a gente falar que todo esse nosso assunto sobre novos hábitos, novas práticas, tentar mudar a forma como operamos e se questionando, se estamos indo para um lugar saudável nos relacionamentos, comportamentos e como lidamos com ele é, uma forma da gente se namorar. Então estou numa época super boa e ando me namorando bastante.”, disse ele.

No entanto, nem sempre foi assim. O artista conta que já sofreu muito bullying na infância e que precisou mudar de colégio diversas vezes. Questionado sobre o motivo de ter passado por isso, o ator explicou:

“Talvez seja ter uma personalidade, dependendo das situações, extrovertida na escola. Principalmente porque era uma forma de chamar a atenção dos meus pais e talvez isso incomodasse meus amigos, que nesse caso não eram amigos. O meu pai não foi um cara presente na minha infância, então eu era filho de mãe solteira. Acho que influenciava não ser filho de uma família tradicional, eu tinha uma casa comum. Minha avó foi empregada doméstica. Ao mesmo tempo que a família do meu pai me proporcionava estudos em escolas particulares, na casa da minha mãe tinha uma diferença social que me gerava um pouco de conflito e me colocava numa situação mais fragilizada.”, ressaltou ele.

DEIXE SUA OPINIÃO

Veja mais ›