Cintia Dicker revela bastidores do casamento com Pedro Scooby

Pedro Scooby ao lado da atual namorada, Cintia Dicker (Imagem: Reprodução / Instagram)

O surfista Pedro Scooby e a modelo Cintia Dicker se casaram e se mudaram há pouco para Portugal, tudo para que o rapaz possa ficar mais próximo de seus três filhos, fruto do casamento com Luana Piovani. Em entrevista concedida à revista Vogue Brasil, a famosa revelou que os dois assinaram um contrato de união estável e pretendem fazer uma festa repleta de amigos para comemorar assim que for possível.

Cintia relembra que os dois estão juntos há quase um ano. “Já planejávamos nos casar, fazer festa, mas por enquanto foi só no papel. A gente se ama. Tivemos uma briguinha nesse tempo, nos separamos, mas quando voltamos decidimos oficializar. Foi rápido….Nunca tive esse sonho de se casar na igreja, me vejo mais casando na praia, com melhores amigos e família. Nada demais, coisa bem simples”, explicou durante o bate-papo.

Início de namoro e Luana Piovani

E a modelo revela ter uma grande proximidade com Dom, Bem e Liz. “Estou amando. Sou louca por eles. Já conviva com eles quando vínhamos passear aqui, mas tinha um pouco de medo no início. Criança nunca se sabe. Mas a gente se dá muito bem. Eles me chamam de tia Cintia. A Liz é meu ‘grudinho’, fazemos coisas juntas, brincamos de boneca, vamos ao parque. Os meninos ficam com o pai andando de skate. A vida está uma loucura com tantas mudanças, mas está sendo tudo incrível”, garantiu.

Cintia e Pedro já se conheciam, mas começaram a flertar online após o fim do namoro do rapaz com a cantora Anitta. “O Pedro me disse que iria para Nova York para um festival e me convidou para ir junto.  Quando nos encontrámos, pareceu que já éramos muitos amigos. Começamos a ficar três dias depois. Ele foi embora, depois voltou para os Estados Unidos em outubro. E a partir daí começamos a namorar mesmo. Ele é minha versão masculina, e eu a feminina dele”, afirmou ela, que disse não ter relações com Piovani. “Não tenho nenhuma relação com ela”, limitou-se.

Veja mais ›