Cris Vianna curte dia de sol na praia e beleza impressiona

Cris Vianna
Cris Vianna (Foto: Reprodução/Instagram)

Cris Vianna está curtindo suas férias em Fortaleza, no Ceará. Nas redes sociais, a atriz tem compartilhado diversos registros desfrutando das belas praias do local e exibindo seu corpão em forma.

Nas fotos mais recentes, a famosa apostou em um biquíni verde bem curtinho, que realçou ainda mais suas curvas poderosas. Posando com o bumbum para cima, Cris impressionou os fãs com sua beleza deslumbrante. Nos comentários, ela rapidamente recebeu muitos elogios.

“Que mulher linda maravilhosa”, “Quanta beleza em uma só foto”, “Encantadora”, “Muito linda essa mulher! Deus benza”, “Sabe ser linda”, “Poderosa e plena”, “Sereia perfeita”, foram algumas das reações.

Confira algumas fotos publicadas por Cris Vianna:

Representatividade, racismo e atuação

Em junho do ano passado, Cris Vianna foi convidada pelo coletivo Resenha das Pretas para uma live no Instagram com o tema ‘Mulher preta encena’. Durante o bate-papo, ela conversou com a produtora cultural Clarisse Miranda sobre representatividade, racismo e atuação.

“Nós, atrizes, mulheres negras, não nos encaixamos em único papel específico, somos muitas, múltiplos pensamentos, origens e possibilidades, por isso os autores precisam ampliar as nossas possibilidades de atuação,” ressaltou a atriz ao falar sobre a atuação da mulher negra em novelas, filmes e séries.

Sobre sua carreira profissional, Cris afirma que ainda não teve a oportunidade de viver o papel de sua vida.

“Nesses 16 anos de carreira, eu ainda não vivi a personagem da minha vida, mas espero encontrar em breve, porque ainda vou trabalhar por muitos anos. Quero conquistar narrativas muito maiores em que eu possa orgulhar e agradecer”, revelou a atriz.

Em 2015, Cris Vianna foi vítima de racismo na internet, junto à jornalista Maria Júlia Coutinho e a atriz Taís Araújo. Em sua página pessoal, Cris escreveu:

“Não posso me calar. Usarei minha voz por muitos que sofrem este tipo de ataque racista diariamente e voltam para casa, calados, cansados de não serem ouvidos, para chorar sozinhos. A vergonha e a tristeza que sinto hoje são por estas pessoas pequenas, pobres de espírito e de coração vazio. A essa minoria cega e burra, minha pena. Como todos vocês tenho orgulho da minha pele, do meu cabelo, da minha origem e de tudo o que sou”, declarou a artista.

 

Veja mais ›