Cris Vianna curte fim de semana na praia e impressiona os fãs

Cris Vianna
Cris Vianna (Foto: Reprodução/Instagram/Sergio Baia)

Cris Vianna curtiu o fim de semana em grande estilo. A atriz aproveitou os dias de sol para ir à praia e compartilhou os registros do passeio com seus seguidores.

Na sexta-feira (19), ela posou sobre uma pedra, usando um biquíni curtinho que evidenciou ainda mais sua belas curvas. Já no sábado, a artista compartilhou um outro clique, desta vez, usando um cropped colorido por cima do biquíni, deixando em destaque sua barriguinha sarada.

Diante da beleza deslumbrante da atriz, os elogios foram inevitáveis e os comentários tomaram conta das publicações de Cris Vianna.

“Deusa”, “Show de beleza”, “Um corpo é um corpo”, “Mulher mais linda do Brasil”, “É muita beleza”, “Maravilhosa”, “Dá aula de ser linda”, “Essa é a verdadeira natureza”, “Deusa”, “Mulherão”, “Espetacular”, “Gata demais”, foram algumas das reações.

Vítima de racismo na internet

Cris Vianna já foi vítima de racismo na internet. Assim como a jornalista Maria Júlia Coutinho e a atriz Taís Araújo, em 2015, a artista também recebeu comentários preconceituosos em suas fotos nas redes sociais. Na época, ela lamentou o ocorrido e informou que todas as medidas cabíveis estavam sendo tomadas. Confira:

“Infelizmente, ainda passamos por isso em pleno 2015. Recentemente, a vítima foi a competente jornalista Maria Júlia Coutinho. E agora, apenas um mês após minha linda colega Thaís Araújo também ter sido vergonhosa e covardemente atacada, aqui estamos novamente precisando enfrentar racistas escondidos sob o pretenso anonimato da internet.”, iniciou.

“Na noite do último domingo, minha página do Facebook recebeu uma série de comentários preconceituosos, imediatamente registrados e encaminhados à Justiça. Não posso me calar. Se meu trabalho me permite alguma expressividade, usarei minha voz por muitos que sofrem esse tipo de ataque racista diariamente e voltam para casa calados, cansados de não serem ouvidos, para chorar sozinhos”, afirmou.

“Como todos vocês, tenho orgulho da minha pele, do meu cabelo, da minha origem e de tudo o que sou. Do que somos. E não estamos sozinhos. Temos do nosso lado a lei – racismo é crime inafiançável – e milhares de brasileiros que também acreditam num país mais justo e civilizado, gente que entende que respeitar as diferenças é mais que um dever e que está disposta a denunciar e lutar contra todo tipo de preconceito”, disse a atriz.

 

Veja mais ›