Cristiana Oliveira revela impacto ao visitar o Pantanal após devastação

Cristiana Oliveira (Reprodução/Instagram)
Cristiana Oliveira (Reprodução/Instagram)

Intérprete de Juma Marruá na versão original de Pantanal (TV Manchete – 1990), Cristiana Oliveira revelou a sua angústia ao saber das notícias sobre o bioma brasileiro que serviu de cenário para a novela. A convite de uma ONG, ela participou de uma expedição pela região com o objetivo de auxiliar às comunidades ribeirinhas.

Um dos maiores impactos para a atriz foi encontrar a vegetação completamente devastada. “Foi muito triste ouvir o depoimento dessas pessoas, tudo o que eles sofreram, que passavam fome, não tinham nenhuma assistência médica, foram simplesmente abandonados”, lamentou Cristiana em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo.

Apesar da situação de calamidade, a artista elege essa como a maior experiência da sua vida. “Aquele lugar muito isolado mexeu muito comigo, voltei muito mais fortalecida. Sempre fui uma pessoa simples, de dar valor as coisas simples, mas voltei muito mais assim”, refletiu ela que prometeu retornar em outras ocasiões.

A famosa ainda contou que tem planos de mobilizar um movimento para ajudar as mulheres artesãs do Pantanal. “Tem que ser uma coisa muito correta, muito bem feita pelo âmbito legal, não vou criar uma ONG, mas, talvez, um movimento para angariar fundos para dar a essas mulheres um respiro”, sugeriu. “O que elas querem é o mínimo, e isso é uma coisa que eu sei que eu posso conseguir.” 

Durante a expedição, Cristiana disse que conheceu várias Jumas, porém, ao contrário da sua personagem na trama de Benedito Ruy Barbosa, xucra e inocente, as jovens residentes do local estão cada vez mais atualizadas com o mundo atual. “Não tem internet, mas tem parabólica, então, elas veem televisão, sabem o que acontece, e tem uma certa vaidade –claro, tudo é muito simples”, descreveu.

Remake

Sobre o remake de Pantanal, que tem previsão para ser produzido pela Globo para o segundo semestre, a atriz veterana aposta em um novo rosto para assumir o papel. “Se ela fizer com aquela pureza de alma, que é atemporal, se abrir os canais e deixar a Juma absorvê-la, eu penso que ela voa. A Juma é muito mais sentimento, muito mais olhar, muito mais pureza do que todo o resto que possa acontecer”, definiu.

“Foi o que aconteceu, porque eu não tinha experiência, não tinha técnica nenhuma de atriz, então, não tinha composição [da personagem], posso até ter feito, mas até a composição foi muito pura, foi muito intuitiva”, avaliou.

Assim como o ator Marcos Palmeira, já confirmado para na nova versão, Cristiana Oliveira também gostaria de fazer parte folhetim adaptado por Bruno Luperi, neto de Benedito. “Não crio essa ansiedade, já falei várias vezes que eu não tenho pretensão de nada. Se isso acontecer [um papel no remake], vai ser incrível. Se não acontecer, vai ser incrível também, porque vou ser espectadora, e vou adorar rever”, assegurou.

DEIXE SUA OPINIÃO

Veja mais ›