Duda Beat curte piscina com peça colorida e rouba a cena

publicidade

Com quase um milhão de seguidores, Duda Beat sempre vira assunto nas redes sociais pela boa forma e beleza. Há poucos dias, a cantora roubou a cena ao dividir uma sequência de fotos dentro da piscina, com o corpão escultural para jogo.

Com uma peça fio dental e colorida, a artista não economizou na sensualidade e exibiu o bumbum torneado e redondinho aos admiradores. Elogios no post não faltaram.

publicidade

SELECIONAMOS PARA VOCÊ

“Nossa, uma sereia dessa”, brincou um rapaz. “Essa mulher é literalmente tudo, gata demais, canta bem, e é uma pessoa maravilhosa”, falou a segunda pessoa. “Poderosa demais”, completou a terceira.

Novo ciclo

Nos últimos meses, Duda Beat lançou ‘Te amo lá de Fora‘, e em conversa ao Papel Pop, a loira garantiu que acredita que as pessoas são capazes de amar. Apesar disso, ela percebe que a construção da própria aceitação pode ser algo mais complicado.

“Eu sinto que todo ser-humano nasce com uma capacidade plena de amar, mas esse amor próprio, de relacionamento, só vem com um limite que você se dá. Quando você ama uma pessoa e ela não te quer, você sofre por isso. Mas chega num momento que você entende que precisa se amar mais. Esse sentimento eu vejo como algo que se aprende nos pequenos gestos da vida, observando”, disse ela.

Na sequência, a artista comentou detalhes do novo projeto. “Houve uma evolução emocional muito grande nesse meio tempo entre um trabalho e outro. Eu comecei a enxergar mais de longe as relações que eu tive. Nesse segundo álbum, minha perspectiva de emoções, letras, a própria melodia dão a entender que quanto mais eu me distancio desses amores, mais consigo ver com clareza as situações, o que eu sentia. Estou em paz comigo mesma e só o tempo traz isso pra gente”, afirmou ela.

Referências

publicidade

Com single com ritmo de piseiro no álbum, Duda falou sobre as suas referências para o trabalho musical, e disse sempre apresenta elementos que se misturam o tempo todo.

“Eu cresci ouvindo gente como Lenine, Nação Zumbi e Maracatu. Todos essês gêneros, além do brega, do baião e do forró, sempre estiveram muito presentes na minha vida. A vontade de colocar isso junto em um projeto meu foi enorme desde o começo. Agora, observando o que eu fiz, parece ter vindo de uma forma mais consistente porque eu acabo trazendo elementos que se misturam naturalmente com o universo pop. É uma grande homenagem à minha terra”, argumentou ela.

publicidade

Confira:

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

O que você achou? Siga @entreteoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›