Empresário revela cachê milionário de Carlinhos Maia em campanha

Carlinhos Maia (Reprodução/Instagram)
Carlinhos Maia (Reprodução/Instagram)

Apesar de ter se envolvido em inúmeras polêmicas nos últimos anos, o nome de Carlinhos Maia ainda permanece entre um dos mais requisitados do mercado publicitário e com cachês milionários.

Em entrevista ao programa Jota Jota Podcast, o empresário Shirleyson Kaisser revelou que o influenciador já chegou a ganhar, em apenas uma campanha publicitária, cerca de R$ 6 milhões.

Durante o bate-papo, Kaisser contou os detalhes de como conheceu Carlinhos Maia e como os dois acertaram formas dele desenvolveu seu trabalho. O empresário disse que antes da conversa com o alagoano, ele revelou que ganhava 1 milhão ao fazer alguns stories e outros.

“Um amigo tinha me falado que ele havia ganhado o primeiro milhão em uma campanha. Ele tinha feito a divulgação de um produto e tinha ganhado R$ 1 milhão”, afirmou Kaisser.

“Acabei de fazer uma campanha, fiz Stories e ganhei R$ 1 milhão”, disse Carlinhos a ele. “Acho que você ganhou muito pouco’”, respondeu Shirleyson Kaisser.

Impressionado com o comentário do profissional, Carlinhos ficou interessado nos planos de negócio e fez a contratação, para ajuda-lo a desenvolver suas qualidades junto ao seu público e as marcas.

“A gente fez uma primeira campanha com o Carlinhos, que levantou para ele [um valor] seis vezes mais que a primeira. Acho que ele ganhou com a gente uns R$ 6 milhões”, declarou.

Polêmica da vacina

Recentemente Carlinhos Maia acabou sendo alvo de críticas nas redes sociais após revelar que havia sido convidado para ser o rosto da campanha de vacinação de Alagoas, o que acabou sendo comprovado como mentira.

Através de suas redes sociais, o artista falou sobre a suposta campanha e afirmou que negou, por acreditar que não deveria receber esse privilégio, já que por diversas vezes promoveu aglomeração na pandemia.

“Me convidaram aqui no meu estado para ser um dos primeiros a tomar a vacina. Não acho justo com quem ficou em casa todo o esse tempo, não aceitei”, declarou o humorista.

Após a repercussão da fala do comediante, a o governo do estado de Alagoas, onde Carlinhos reside, fez questão de fazer um comunicado para negar o fato. O caso, inclusive, gerou ameaça de processo pelo Ministério Público.

“A Secretaria de Estado da Comunicação informa que as 71 mil doses de vacina que começam a ser aplicadas nesta terça-feira (19/01) serão destinadas exclusivamente ao grupo prioritário definido pelo Ministério da Saúde”, afirma a nota.

“Não procedem informações de convites feitos a qualquer cidadão fora deste grupo”, completou a nota.

 

 

DEIXE SUA OPINIÃO

Veja mais ›