Ex-BBB Eliezer detona duas famosas e expõe decepção

Último eliminado do BBB 2022, o designer Eliezer relembrou a experiência no reality em conversa ao jornal O Globo, e confessou ter se decepcionado com Anitta e Cleo, que debochavam do fato dele permanecer cada vez mais longe no jogo.

“Chegando lá, o cenário mudou. Bateu medo de ir paredão, tive bloqueios, surgiram inseguranças, pressões do jogo. Tentei controlar esses sentimentos e seguir na brincadeira. De algum jeito, doía não ser chamado para o VIP, não ganhar as provas, estar sempre fora do almoço do anjo, nunca estar no cinema do líder”, afirmou.

SELECIONAMOS PARA VOCÊ

Indignado ao relembrar das atitudes de grandes nomes do entretenimento, o artista confessou ter se se sentido atacado ao sair e ler os comentários contra ele.

“Eu me senti muito atacado. Muitos sabem muito bem como é ser alvo de pessoas e acreditava que teriam mais empatia. Não entendi a razão do ataque dessas celebridades. O que eu fiz? Elas me desmereceram como se eu fosse um nada. Para mim, eu estava fazendo hora extra”, admitiu.

Homenagem

Com uma relação bem fofa com Vyni durante o BBB 2022, Eliezer surpreendeu o cearense logo após ser eliminado do programa. Na ocasião, ele levou um bolo de cenoura até o quarto onde o amigo estava hospedado, e recebeu uma bela homenagem do jovem de 23 anos.

“Daqui até a eternidade? E ainda com bolo de chocolate? Bom… Parece justo pra mim! Quando que a gente imaginaria que dois desajustados, de mundos completamente diferentes, se encontrariam e acabariam desse jeito? Se bem que essa história começou antes mesmo que a gente percebesse. Antes mesmo que a gente se conhecesse (agora você sabe)”, começou o fã de Anitta.

“Juntos, descobrimos todos os dias o verdadeiro significado do que é ‘ser livre’: aceitar o fato de que nem sempre seremos compreendidos. Foi essa a nossa conclusão. E tá tudo bem! A gente se entende. Somos livres pra isso. Nisso a gente se entende. Porque quando o assunto é sobre ser livre, ‘Eli-berdade’ o seu sobrenome. Te adoro, bobão! Muito! P.S.: eu ainda quero ver a aurora-boreal”, afirmou.

Pegador

Depois de se envolver em relações íntimas durante o programa de confinamento da Globo, Eliezer disse em conversa com Rafa Kalimann que não entrou na atração com esse propósito.

“Essa questão de ir para passar o rodo, eu não tinha essa intenção. Eu assisti ao Big Brother por muitos anos e eu sempre achei que o cara que pega geral nunca é bem-visto. O meu objetivo, eu imaginava ficar com alguém, mas eu não imaginava que eu ia para o edredom. Eu tinha medo do edredom. Medo do que as pessoas iam pensar e, principalmente, a minha família que estava me assistindo”, relatou.

O que você achou? Siga @siteentrete no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Rafael Carvalho
Formado em Jornalismo pela Faculdade das Américas (FAM), já apresentou programa de entretenimento relacionado ao mundo dos famosos e entrevistou artistas do meio.
Veja mais ›