Flávia Alessandra exibe boa aparência ao tomar sol

Casada com Otaviano Costa, a atriz Flávia Alessandra foi cercada de elogios. Depois de homenagear o esposo por mais um ano de vida, ela apareceu tomando sol com uma peça atraente e bem justinha, em um dia ensolarado.

Nos cliques, a artista estica o look no limite, e deixa o corpaço roubar toda a cena de forma impressionante. Como esperado, os fãs a cercaram de comentários intensos.

SELECIONAMOS PARA VOCÊ

“Meu Deus do céu, é uma verdadeira boneca, ela não tem defeito nenhum”, esclareceu um admirador. “Um sonho de consumo de qualquer pessoa”, disse o segundo. “É beleza que ela tem demais”, brincou o último.

Se aproximaram

Quem acompanha Otaviano Costa e Flávia Alessandra nas redes sociais, sabe que ambos sempre surgem em trocas de carinho. Em conversa à Quem, a loira contou que a pandemia fez os dois se aproximarem ainda mais, diferente de outros casais.

“Eu e o Otaviano acompanhamos esses dados que saíram na pandemia, sobre o aumento do divórcio. Mas eu e ele até brincamos que nos unimos ainda mais. Nesse período, fundamos uma agência nossa, que gerencia a nossa carreira. É até difícil de dizer porque, por mais que não tenha um segredo, existe pontos que ajudam na nossa convivência”, disse ela, que detalhou a forma que os dois se conheceram.

“Nós sempre comentamos que a nossa relação não foi amor à primeira vista, mas foi humor à primeira vista. Acho que, desde o início, tivemos certeza de que teríamos essa leveza na nossa relação, além da cumplicidade e da admiração, item muito necessário em relação ao meu companheiro. Eu tenho que ter esse grau de admiração, de pensar: ‘caramba, como esse cara é incrível. E é claro que o amor também precisa estar presente”, comentou.

Personagens

Já em um outro assunto com o mesmo veículo informativo, Flávia disse que após iniciar a carreira na novela Top Model, em 1989, precisava de um divisor de águas na carreira, que foi a chegada da vilã Cristina, na história Alma Gêmea, feita por Walcyr Carrasco.

“Hoje não passo mais por esse desafio de provar que sou uma boa atriz. Esse tempo ficou para trás e devo isso, de certa forma, à vilã Cristina, de Alma Gêmea, que foi um divisor de águas na minha carreira. Eu já tinha mostrado que era capaz de fazer algo totalmente diferente de mim como Dorothy, em A Indomada (1997). Era um patinho feio, mas ainda precisava de uma outra personagem que exigisse muito de mim”, argumentou ela.

Confira:

O que você achou? Siga @siteentrete no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Rafael Carvalho
Formado em Jornalismo pela Faculdade das Américas (FAM), já apresentou programa de entretenimento relacionado ao mundo dos famosos e entrevistou artistas do meio.
Veja mais ›