Fora da TV, Fernanda Gentil fala sobre projetos futuros

publicidade

Fernanda Gentil, de 35 anos de idade, abriu o jogo e falou sobre a sua carreira profissional. Em entrevista a revista Quem, a apresentadora que atualmente está fora da TV, comentou sobre os seus futuros projetos e também sobre a sua saída do jornalista esportivo no qual trabalhou por 10 anos.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

“Estou trabalhando muito, apesar de não estar no ar. Fora da TV, lá dentro e também em projetos internos, como o aplicativo da Globo Giga Gloob, com o Emicida, que adorei fazer. Gosto muito de pensar junto e quero propor à Globo um projeto partindo de mim, ou de uma criação conjunta. Propositalmente, quis pisar no freio este ano. Fui para o entretenimento e peguei seis meses de um projeto ao vivo e parou seis meses com a pandemia, depois veio outro, que parou, porque um terceiro iria começar”,

publicidade

SELECIONAMOS PARA VOCÊ

Saída do jornalismo esportivo

Em seguida, Fernanda Gentili disse que mesmo migrando do jornalismo esportivo para o entretenimento da TV Globo há alguns anos, ainda é bastante questionada sobre a sua decisão. A comunicadora acredita que fez um ótimo trabalho durante os 10 anos em que trabalhou no meio do esporte.

“Ouço muito essa pergunta: ‘Por que a Fernanda Gentil saiu do esporte?’. Ouço isso com o sabor de quem deixou saudade. Ou seja, fiz um trabalho bem-feito. Também entendo uma certa indignação de que era fã e gostava de me ver, já que agora também não estou no ar em nenhum lugar na televisão. Acho até gostoso esse carinho de quem quer me ver de novo. Sempre digo que eu saí porque precisava sentir de novo esse friozinho na barriga. Por que não sair? É uma pergunta que sempre me faço. Para onde mais eu iria? O que mais eu faria no esporte?”

“Talvez se eu quisesse mais sucesso, estaria no esporte até hoje. Sai para ousar mais, ter uma vida mais livre, de novos desafios e aventuras. Jamais poderia rodar o Brasil com uma peça se estivesse lá ainda. Jamais poderia participar de um filme. Jamais poderia apresentar três programas em um ano só e cada um de um jeito e eu tendo que encarar esses desafios. Amei entender a confiança que a Globo tem em mim. É muito natural que me perguntem, porque o lugar que eu estava, conquistei com muita luta e esforço. Mas não sou de ficar na minha zona de conforto”, afirmou ela.

O que você achou? Siga @entreteoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›