Geisy Arruda fatura alto e triplica dinheiro com conteúdo adulto

publicidade

Geisy Arruda conseguiu triplicar o seu dinheiro só com fotos extremamente sensuais. A famosa, que ficou conhecida por causa do vestido vermelho na faculdade, já soma mais de R$ 1,2 milhão desde a sua primeira publicação no site Privacy.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Atualmente, com 500 assinantes, Geisy acumula 486 fotos incluindo sensuais e explícitas, mas que apenas os pagantes podem ver. Cada fã desembolsa R$ 89,90, sendo que há descontos de 10% a 15% para quem faz o pacote trimestral ou semestral.

publicidade

SELECIONAMOS PARA VOCÊ

Geisy também tem feito sucesso em seu Instagram. Com mais de 4 milhões de seguidores, a influenciadora sempre publica algumas fotos sensuais para mostrar que tem conteúdo bom na parte paga do Privacy. Recentemente, ela compartilhou um ensaio com um look todo preto, remetendo às roupas do filme Cinquenta Tons de Cinza.

“Eita mulher deliciosa, viu?”, elogiou um seguidor. “Não é possível que você esteja solteira. Gostosa demais”, escreveu outro internauta. “Que espetáculo de mulher… Casaria fácil”, disse um fã.

Geisy Arruda comenta sobre bissexualidade

publicidade

Ela sempre foi muito aberta quando o assunto é vida pessoal e sexual. Geisy Arruda nunca escondeu que é uma mulher bissexual, mas não a famosa bi de balada, onde fica com mulheres apenas em festas.

A famosa, em entrevista ao site IG, revelou que já namorou com pessoas do mesmo sexo e que sempre está aberta a conhecer outras experiências.

publicidade

“Quando falamos que gostamos de mulher as pessoas já associam a ménage. Na verdade, não, eu já namorei com mulheres, eu já me apaixonei por mulheres”, disse. Geisy, por ter livros eróticos e ser inscrita em contas de conteúdos adultos, muitas vezes é tratada apenas como fetiche.

“Não é um fetiche, mas talvez hoje, por causa do meu trabalho, as pessoas acham que eu gosto de ménage. E não necessariamente. As pessoas confundem muito, elas acham que precisa de um homem na relação. Eu sou muito feliz só com uma mulher do meu lado”, comentou.

Sobre a família, a influenciadora contou que sua mãe não aceitou sua orientação logo de cara, mas que precisou ter diversas conversas sérias até que a matriarca pudesse entender o quão ela era feliz ao lado de uma mulher.

publicidade

Minha mãe não ficava feliz por eu estar com uma companheira, ela dizia que não iria ter netos. Todo o preconceito e toda a luta que eu sofri por ser bi, eu passei na minha adolescência e foi dentro de casa, na minha família, para que a minha mãe aceitasse. E demorou muitos anos para que ela entendesse e aceitasse”, concluiu.

O que você achou? Siga @entreteoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›