Grazi Massafera desabafa sobre assédio em novela

A atriz Grazi Massafera, que está em alta na mídia nesta semana por conta do término de seu relacionamento com Caio Castro, também ganhou repercussão depois de uma entrevista reveladora. A famosa foi capa da revista Ela e revelou que tem usado seu tempo livre para estudar alguns temas como racismo estrutural e feminismo, contando inclusive que sofreu assédio nos bastidores de uma novela.

“Tenho pensado muito sobre a expressão ‘mimimi’. Primeiramente, li aquela frase de que ‘mimimi’ é a dor do outro que você não sente. Mas estou também ressignificando isso. Acredito que é a sua dor para a qual você não quer olhar. Por mais que seja branca, dentro de todo o padrão mais favorecido, também tenho as minhas questões que toda mulher precisa lidar na carreira e na vida”, disse.

SELECIONAMOS PARA VOCÊ

Mais sensível

Em outro ponto, Grazi Massafera reviveu o assédio ao falar a respeito. “Estou mais sensível ao tema. Embora tenha encontrado formas de lidar com ele intuitivamente. Houve um momento profissional em que estava numa novela, e tinha um produtor casado na equipe que dava em cima de mim. Deixei claro que ‘não’. A partir daí, ele começou a me menosprezar, boicotar e destratar”, disse a atriz.

Eu não tinha mais retorno dele, e tudo foi se tornando muito difícil. Ainda estava amadurecendo como atriz, precisando de um auxílio, mas tive a infelicidade de lidar com esse tipo de gente. Por outro lado, houve momentos em que consegui responder de um jeito descontraído”, comentou.

Por fim, Grazi comentou como lidou com uma situação específica. “Uma vez, estava indo trabalhar numa van, e toda a equipe havia dormido, menos eu e outro produtor. Ele virou para mim e disse: ‘Seus olhos brilham até no escuro’. Respondi com algo que minha mãe dizia: ‘É verme’. Eu naturalizava essas coisas. Hoje, não mais”, finalizou a artista.

Cena difícil

Vale lembrar que Grazi Massafera está no ar atualmente com a reprise de Verdades Secretas. Por conta do retorno da trama, ela foi entrevistada pela coluna de Patrícia Kogut, do jornal O Globo e contou que chorou ao gravar uma cena de estupro de Larissa, sua personagem na novela.

“A cena foi forte, ao mesmo tempo muito acolhedora pela equipe, direção e atores. No fim, tive uma crise de choro. Não pela cena em si, mas por sentir até que ponto nós mulheres somos vulneráveis a essa violência“, desabafou.

O que você achou? Siga @siteentrete no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

MAIS LIDAS

Thiago Freitas
Marketing - Centro Universitário de Belo Horizonte. Atua como redator para o nicho de TV e famosos.
Veja mais ›