Grupo Pussycat Dolls vai voltar oficialmente e procura empresário

The Pussycat Dolls
The Pussycat Dolls (Divulgação)

O grupo The Pussycat Dolls deve voltar à ativa com tudo em 2021. Isso é porque surgiram boatos que as ‘bonecas’ irão assinar um novo contrato de gestão para poderem lançar suas novas músicas. Acredita-se que o grupo composto por Nicole Scherzinger, Ashley Roberts, Kimberly Wyatt, Carmit Bachar e Jessica Sutta está deixando executivos de música impressionados com o sucesso de seu hit retorno React e com isso em contato com várias empresas, conforme relatou o tabloide The Sun.

Apesar de anunciar seu lançamento de volta à cena musical em 2019, o grupo teve que reagendar sua turnê de reunião duas vezes em meio à pandemia do coronavírus. Agora foi alegado que o grupo despertou o interesse de Madonna e da empresa de gerenciamento de Britney Spears, Maverick, além de estar em discussão com outras grandes empresas.

Uma fonte disse: “A pandemia atrapalhou os planos das Pussycat Dolls, mas no que diz respeito a elas, estão todas ansiosas para começar assim que for seguro fazê-lo”.

A fonte acrescentou que Nicole está completamente focada em fazer do grupo um grande sucesso novamente depois que foi relatado que ela estava pensando em seguir carreira solo. Eles alegaram que, embora ela tivesse escrito uma música inspirada no isolamento social, chamada Anti-Party Anthem, decidiu que era de bom tom não lançá-la.

O The Pussycat Dolls pretendia sair em turnê no verão passado, mas Ashley deu a triste notícia de a tour tinha ficado para segundo plano depois do lockdown no Reino Unido a partir de março do ano passado.  Ela anunciou a notícia no Instagram e revelou que os shows seriam adiados até outubro, e até compartilhou uma imagem das datas remarcadas. Infelizmente, a turnê foi adiada pela segunda vez, enquanto a pandemia aumentava.

A cantora que virou apresentadora de rádio admitiu que estava ‘triste‘ e ‘devastada’, especialmente porque ela e as outras moças esperaram muito para a turnê de reunião acontecer. Ela escreveu ao lado:

“Tudo bem, amantes das Dolls… Seguindo o último conselho do governo, estamos muito tristes em anunciar que estamos adiando nossa próxima turnê no Reino Unido e Irlanda”.

“Estamos arrasadas ​​por não podermos nos apresentar no mês que vem, mas a segurança e a saúde de nossos admiradores são nossa prioridade número 1.  Estamos ansiosas para ver todos vocês nas datas remarcadas em outubro. Enquanto isso, fiquem seguros e cuide de si mesmos. Com amor Pussycat Dolls”.

Melody Thornton, que originalmente fazia parte da banda, optou por não fazer parte da reunião. O The Pussycat Dolls foi formado pela primeira vez em 2003 e se separaram sete anos depois, em 2010.

Veja mais ›