Irmã de Deolane Bezerra mostra valor cobrado pela advogada

Deolane Bezerra se tornou um fenômeno nas redes sociais. Dayanne Bezerra, irmã da famosa, contou o valor cobrado pela influenciadora digital para comparecer em eventos. Por meio da caixinha de perguntas do Instagram, Dayanne deixou vazar a quantia exigida pela advogada.

A irmã da famosa compartilhou a ultima conversa entre as duas e deixou escapar o valor cobrado: “150 [mil reais] por duas horas”, respondeu a influenciadora na conversa.

Fenômeno nas redes sociais

Recentemente, a influenciadora Deolane Bezerra concedeu uma entrevista para a revista Quem e falou sobre o seu sucesso nas redes sociais. Na ocasião, a famosa afirmou que o carinho e admiração dos seguidores aconteceu de forma honesta e verdadeira.

“Nem eu sei como me tornei esse fenômeno todo. Não esperava. Cai na graça do povo de uma maneira verdadeira, honesta e acima de tudo, expondo os meus sentimentos. Me sinto lisonjeada. Nunca planejei ser uma influenciadora digital de sucesso. Até porque, quando o Kevin era vivo, sempre deixei a estrela dele brilhar e me mantinha nos bastidores. Ele era o artista. Infelizmente, ele se foi. O público brasileiro me abraçou e estou aproveitando isso. Nada foi esperado, mas aconteceu”, disse ela.

“Sou muito eu. Não escondo nada. Filmo meu dia a dia, minha rotina de vida, sem censura alguma. Às vezes, tentam me censurar, mas não conseguem. Sou a mesma Deolane das redes em casa. Tento sempre levar alegria para meus fãs. Quando estou triste, nem gravo nada”, falou ela. 

Em outro trecho, Deolane disse que atualmente lucra mais como influenciadora digital do que no ramo de advocacia: “No exato momento, faturo mais como influenciadora. Como advogada também faturava bem, mas dependia do cliente. O faturamento na web realmente é algo que me acrescentou muito. Não vou ser hipócrita em dizer que não”, afirmou.

“Por amor, nunca escolheria outra profissão. Amo o Direito. Amo defender as pessoas. Mas, por questão de tempo, acho que vai chegar um momento em que eu vou ter que escolher entre as duas, sim. Espero que não seja agora”, disse.

Haters

Para finalizar, a doutora contou como lida com os haters nas redes sociais: “Respondo mesmo. Não sei lidar com silêncio. Mas aprendi que prego que se destaca leva martelada. Então, se incomodo é porque faço sucesso. É sinal que estou sendo vista. E hater, para mim, é sinônimo de pessoas desocupadíssimas, que não têm nada para fazer na vida e vivem destilando ódio na internet escondida. A maioria nem mostra a face. Não me preocupo com isso não”, finalizou.

MAIS LIDAS

Veja mais ›