Isis Valverde é barrada nos EUA e conta o que aconteceu

publicidade

Aproveitando alguns dias de folga nos EUA, ao lado de amigas, a atriz Isis Valverde usou as redes sociais para fazer um triste relato. Na ocasião, a artista contou ter sido barrada de forma grosseira, após tentar jantar em um restaurante com um look jeans rasgado.

Nos stories do Instagram, ela fez questão de dizer que o seu corpo não estava à mostra, e demonstrou indignação com o tratamento que recebeu dos profissionais do local.

publicidade

SELECIONAMOS PARA VOCÊ

“Cheguei ao restaurante, eu e minhas amigas, o cara olhou nossa roupa e falou que a gente não podia entrar, porque estava de jeans largo e que meu jeans estava rasgado. Não estava de salto alto, calça apertada ou vestido de gala, a mulher não deixou a gente entrar, o cara não deixou a gente entrar. Foi super grosseiro, a gente morrendo de fome, acabou de chegar de viagem. Foi horrível, me senti péssima“, disse.

Por fim, ela confessou ter sentido um certo machismo com a reação do funcionário ao lhe ver com a peça rasgada. “Eu não acreditei. O cara foi super grosseiro, julgando a gente. Eu tinha que usar um jeans justo porque eu sou mulher, não podia usar um jeans baggy [mais largo]”, pontuou.

Sempre flagrada

Com a carreira de atriz consolidada no Brasil, Isis Valverde comentou em conversa com Patrícia Kogut sobre ser sempre fotografada ao sair de casa. Além disso, ela falou sobre a sua relação com quem é paparazzi, e disse que no início de tudo se sentiu assustada.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

“Não sei o que eles têm comigo. Boto o pé na rua, eles aparecem. Parece que eu ligo para eles. Outro dia estava saindo de uma trilha, e o homem estava lá embaixo. Eu brinquei: ‘Você colocou GPS no meu carro, né?’. Ele começou a rir. Isso é uma coisa que me incomoda ainda. Na praia, por exemplo. Tem momentos que isso incomoda porque você está fazendo uma coisa muito família, e a pessoa está ali cavando uma foto. E é um book. Não é uma foto que o cara tira e fala: ‘Tchau, obrigada’. Ele vai ficar ali a noite inteira. Então, eu respeito, mas às vezes falo: ‘Já tiraram muito, agora podem ir, né?. Eu me acostumei mais”, desabafou.

publicidade

Ao encerrar, ela ainda relembrou de sua chegada na cidade carioca; “Antes, ficava muito nervosa, assustada. Eu era da fazenda. Imagina chegar ao Rio de Janeiro? Na época da Ana do Véu (da novela Sinhá Moça, da TV Globo, de 2006), quando eu saía, avançavam com a câmera para pegar meu rosto. Uma vez eu saí correndo, larguei a mala no meio da rua. No início foi bem intenso, agora está mais de boa”, detalhou.

O que você achou? Siga @entreteoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›