Isis Valverde curte descanso no fim de semana

Isis Valverde
Isis Valverde (Reprodução/ Instagram)

“Mood de sábado”! Foi assim que a atriz Isis Valverde legendou uma foto que publicou em seu Instagram no último sábado (14). Na imagem, a beldade aparece próxima a uma piscina, exibindo a silhueta exuberante apenas em um biquíni rosa. Fazendo biquinho, ela fez a alegria dos seus fãs que se deliciaram nos comentários. “Que princesa! Meu sonho”, escreveu uma fã com uma leve cantada.

“Sereia! Perfeita”, disse outra. “A beleza, meu pai”, brincou uma terceira seguidora. O assessor de imprensa Paulo Santos também aparece no fundo da imagem. A atriz que está no ar atualmente na reprise de A Força do Querer, viveu recentemente a enfermeira Betina em Amor de Mãe, novela que já terminou suas gravações, mas que terá seu final exibido somente no ano que vem.

A trama foi interrompida em março em decorrência da pandemia, e da impossibilidade de continuar com as gravações. “Obrigada a todos que fizeram acontecer! Gratidão é um sentimento muito poderoso e é ele que me rege hoje. Foi lindo, que venha o próximo desafio”, disse a estrela ao postar uma foto com a equipe técnica da trama. Segundo ela, quando a trama voltar, abordará a Covid-19, com sua personagem no centro do enredo envolvendo a doença.

“Vai ser uma homenagem e um desafio. Esses profissionais estão na linha de frente, arriscando suas vidas para nos protegerem. Queremos exaltar esse trabalho. Tive contato tanto com pessoas que enfrentaram a doença quanto com profissionais que atuam na linha de frente para me ajudar na composição desse momento da Betina na história. Na novela, Betina sofreu com a agressão do ex-marido, realidade de muitas mulheres no Brasil, que têm medo de denunciar.  Mulheres que passam pela mesma situação são sobreviventes. Betina sofria com um relacionamento abusivo, mas não queria contar para ninguém. E não dá para julgar. Quando a gente olha de fora, pode acabar julgando, falando que a mulher deveria denunciar, romper com essa situação. Mas não é assim tão simples. Para chegar na agressão física, normalmente, a vítima passou pela agressão psicológica e está fragilizada. Não é uma situação fácil. Foi importante levar essa questão para a tela porque o silêncio mata. Às vítimas de violência, o que eu digo (e a história da personagem também) é que elas não estão sozinhas, que há maneiras de se defender dessa situação e de sair dela”, disse ao site Gaucha ZH.

DEIXE SUA OPINIÃO

comments