Israel, da dupla com Rodolffo, faz transplante capilar

O cantor Israel Ribeiro, da dupla com o Rodolffo, entrou para o time de famosos e fez um transplante capilar com o mesmo cirurgião que fez o procedimento no ex-BBB Caio Afiune, Lucas Lima, Lucas Lucco, dos cantores sertanejos Marcos e Belutti, no comediante Tom Cavalcanti, e no ex-jogador de futebol Roberto Carlos.

Israel fez a técnica FUE: para lapidação das unidades foliculares e um software associado ao tricoscópio capilar; que utiliza inteligência artificial  para analisar em tempo real o couro cabeludo. 

SELECIONAMOS PARA VOCÊ

“Hoje é um dia muito especial na minha vida. Muitos dos nossos fãs me perguntam porque estou sempre de boné e chapéu. Eu nasci com uma testa muito grande, isso sempre me incomodou muito. Fui ficando calvo”

“A cirurgia foi um sucesso. Eu estava tão ansioso que não consegui mostrar para vocês o pré-operatório. Vou postar tudo, como está sendo minha recuperação, o implante. Eu tenho que me sentir bem para passar alegria para vocês e é por isso que quero compartilhar esse momento importante para mim”

Experiência no reality show

Falando na dupla, recentemente Rodolffo Matthaus, deu uma entrevista exclusiva à revista Vogue, e abriu o jogo sobre a sua participação no reality show global, e vida pós BBB.

Sobre a proporção que programa deu na sua carreira:

‘Foi um impacto grandioso. Eu e Israel temos 26 anos de carreira e nunca tínhamos alcançado tamanha repercussão nacional (e internacional) quanto a conquistada pós-BBB. Querendo ou não, a vitrine de exposição do programa é uma das maiores do país, e atinge diversos públicos. É claro que o produto que tínhamos para oferecer pro público (o DVD Aqui e Agora de Israel e Rodolffo) era muito bom, além de uma somatória de outros fatores que, junto com a entrada no programa, fizeram acontecer”

Hit

Sucesso do Hit Batom De Cereja: 

“Desde quando entrei no BBB, tive oportunidades para cantar um pouquinho das músicas do nosso novo projeto. De todas as faixas, Batom de Cereja gerava um brilho especial nos olhos de quem tava escutando. Com esse feeling, passei a cantar mais e mais vezes, e a me dedicar mais a ela. Isso fez com que os outros participantes decorassem a letra e começassem a cantar sozinhos, e foi aí que virou o que virou. Eu esperava que ela seria sucesso, mas não tinha a dimensão do que poderia ser alcançado. Apesar de estarmos no mercado há tanto tempo, nunca havíamos experimentado o sucesso de um hit, isso é novo pra nós. Nem eu e nem Israel tínhamos noção da proporção que tudo poderia tomar e, sim, nos surpreendeu muito”

O que você achou? Siga @siteentrete no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

MAIS LIDAS

Paulo Afonso
Comunicólogo balzaquiano, paulistano, e com experiência vasta nesse mundo virtual. Adorador de séries, filmes, quadrinhos, e tudo o que envolve a cultura pop.
Veja mais ›