Joelma sofre queda durante show na Bahia e preocupa fãs

publicidade

A cantora Joelma passou por um pequeno susto neste último final de semana, após sofrer uma queda durante seu show no 34º Arraiá do Água Fria, na cidade de Medeiros Neto, na Bahia.

Na ocasião, a famosa, que é conhecida por arrasar nas coreografias, acabou se desequilibrando com um passo de dança e caindo de costas. Em meio a gritos dos fãs, que se assustaram no momento, a famosa logo levantou o rosto e mostrou que estava tudo bem.

publicidade

SELECIONAMOS PARA VOCÊ

Pouco depois alguns dançarinos da artista também acabaram perdendo o equilíbrio e caindo. Com muito bom humor, a famosa disparou: “Hoje é o dia internacional da queda”.

Ao fim da apresentação, a cantora garantiu que estava tudo bem e brincou com a situação ocorrida no show. “A vida é uma coreografia, você cai, levanta e faz tudo de novo”, disse.

Nas redes sociais um vídeo do momento viralizou e rendeu alguns comentários divertidos dos admiradores da paraense. “Queria saber cair com classe igual a Joelma”, brincou uma pessoa no Twitter. “Bom dia, que a força e ânimo da Joelma esteja com você”, reagiu outro.

Joelma desabafou sobre vida pessoal

Recentemente Joelma deu uma entrevista polêmica para o jornalista Leo Dias, do portal Metrópoles, na qual falou um pouco sobre uma briga judicial que tem travado contra seu ex-marido, Ximbinha. Na época o música estava tentando impedir a nova turnê da cantora, intitulada Isso é Calypso.

publicidade

“Ele está fazendo uma coisa que ele não tem direito, é isso. Ele não vai ganhar uma gota do meu suor, uma, nunca mais“, disse ela, explicando que não pretende ficar fazendo declarações negativas sobre ele. “Não se chuta cachorro morto. Eu pulo essa parte, pra mim já passou, já foi. Isso está no passado. Já perdoei, tirei um peso das minhas costas e estou em paz com isso”, disparou.

Ainda durante a entrevista, a famosa abriu o coração e falou um pouco sobre sua mãe. A artista contou que foi vítima de um relacionamento abusivo com seu pai e chegava a sofrer violência doméstica. “Às vezes meu pai chegava bêbado e tirava a minha mãe da cama. Ele não batia, ele espancava ela“, contou.

publicidade

“A gente via, a gente ouvia, os vizinhos saíam catando a gente para a casa deles, pra ele não fazer com a gente o que ele fazia com ela. Quando eu voltava, às seis da manhã, ela já estava na máquina costurando, com o rosto todo deformado e as lágrimas caindo. Porque ela tinha que colocar comida na mesa. Ela não tinha tempo para sofrer. E eu sou assim”, desabafou.

 

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

 

O que você achou? Siga @entreteoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›